Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
45 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
52 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
66 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
80 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
94 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
101 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
115 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
129 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
136 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
150 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
157 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
171 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
185 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
213 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
220 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
234 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
241 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
255 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
269 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
276 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
290 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
304 dias

Williams: Crise na equipe tem sido um "golpe enorme"

compartilhar
comentários
Williams: Crise na equipe tem sido um "golpe enorme"
Por:
16 de jul de 2018 18:11

Diretora do time britânico, Claire Williams não esconde preocupação com escuderia que em dez corridas somou apenas quatro pontos

Sergey Sirotkin, Williams Racing
Claire Williams, Deputy Team Principal, Williams Martini Racing
Sergey Sirotkin, Williams FW41, in the pit lane prior to the start
Sergey Sirotkin, Williams FW41

A equipe Williams está passando por um de seus piores momentos na Fórmula 1. Depois de dez corridas disputadas em 2018 só conseguiu somar quatro pontos com o oitavo lugar de Lance Stroll no GP do Azerbaijão. Além disso, parece que o restante da temporada não será muito melhor, com o carro enfrentando sérios problemas aerodinâmicos de difícil solução.

Em entrevista ao jornal The New York Times, Claire Williams, diretora da equipe britânica, não escondeu sua preocupação.

Leia também:

"Se alguém tivesse me dito na última temporada que teríamos que passar pelo que estamos passando, eu teria ficado horrorizada. Nós nunca vimos isso acontecer. Claramente, tem sido um golpe enorme. É até doloroso. É a minha equipe e é muito pessoal para mim. Sempre disse que a equipe é como um irmão. Me preocupo muito com ele e tudo o que faço é tentar estimulá-lo”, disse Williams.

"Neste momento, tudo que você chega é como um grande revés, especialmente quando estamos ao final de três corridas consecutivas e sabemos que a seguinte vai ser tão ruim quanto a anterior. Mas temos de manter a fé e continuar trabalhando", conclui.

Próximo artigo
Honda espera por mais ganhos de desempenho neste ano

Artigo anterior

Honda espera por mais ganhos de desempenho neste ano

Próximo artigo

Webber: Acesso de fãs aos pilotos foi "longe demais"

Webber: Acesso de fãs aos pilotos foi "longe demais"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Sergey Sirotkin , Lance Stroll Compre Agora
Equipes Williams
Autor Daniel Betting