Wolff apoia retorno de Ross Brawn à F1

Chefe da Mercedes daria apoio a um eventual retorno de britânico à categoria em um papel de liderança

Wolff apoia retorno de Ross Brawn à F1
Toto Wolff, acionista e diretor da equipe Mercedes; Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 e parceiro Nico Rosberg, Mercedes AMG F1; Ross Brawn, chefe da equipe Mercedes AMG F1; com o new Mercedes AMG F1 W04
(L to R): Niki Lauda, Mercedes Non-Executive Chairman with Toto Wolff, Mercedes AMG F1 Shareholder and Executive Director
Toto Wolff, Mercedes AMG F1 Shareholder and Executive Director
Toto Wolff, Mercedes AMG F1 Shareholder and Executive Director

Ross Brawn, que pode voltar à Fórmula 1 como diretor esportivo, insiste que seu papel atual permanece limitado a "consultoria", como escreveu em seu novo livro "Total Competition". Ele saiu da Fórmula 1 quando estava na Mercedes em 2013, porque dizia que não confiava em Toto Wolff e Niki Lauda.

Mas o próprio Wolff insiste que não há ressentimentos após os comentários.

"Houve muita controvérsia em torno do livro que ele escreveu. Um processo de sucessão ou transição nunca é fácil, é um assunto delicado", explicou Wolff.

"Para mim, isso não é problema, mantivemos contato e ele disse algumas coisas muito agradáveis sobre a evolução da equipe. A relação está intacta."

Sobre a possibilidade de Brawn retornar à F1, Wolff acrescentou: "Ross tem uma experiência enorme, tem a personalidade certa e o conhecimento técnico para potencialmente desempenhar um papel importante na F1."

"Se ele precisar do meu apoio para voltar em uma função de liderança na categoria, ele tem meu voto."

Relatos adicionais por Jonathan Noble

compartilhar
comentários
Galeria: o jatinho privado de Lewis Hamilton
Artigo anterior

Galeria: o jatinho privado de Lewis Hamilton

Próximo artigo

Verstappen: carros de 2017 poderão ser mais fáceis de guiar

Verstappen: carros de 2017 poderão ser mais fáceis de guiar
Carregar comentários