Bruno Senna aposta em boa fase para ePrix de Paris

Prova consistente de Long Beach e vitória na LMP2 pelo WEC na semana passada animam brasileiro

Bruno Senna aposta em boa fase para ePrix de Paris
Bruno Senna, Mahindra Racing Formula E Team
Nathanael Berthon, Team Aguri and Bruno Senna, Mahindra Racing Formula E Team
Bruno Senna, Mahindra Racing Formula E Team and Antonio Felix da Costa, Team Aguri
Bruno Senna, Mahindra Racing Formula E Team

Na estreia de Paris no calendário da F-E, Bruno Senna espera que o bom resultado da prova de Long Beach, quando terminou em quinto, e a vitória pela LMP2 no WEC, possam confirmar a boa fase neste sábado pela sétima etapa da categoria dos carros elétricos. 

A corrida marca a abertura da fase europeia do campeonato e será realizada na região de Les Invalides, nas proximidades da Torre Eiffel. 

"Temos de manter a pegada da consistência e aproveitar as oportunidades deixadas pelos carros mais rápidos", disse antes do reconhecimento do circuito.

Bruno admite que a primeira metade do campeonato poderia ser mais positiva, mas ressalta a aparente evolução do time. 

"Perdi pontos importantes por problemas mecânicos nas corridas iniciais. Depois, evoluímos em vários aspectos, inclusive nos procedimentos, embora as demais também tenham crescido. Vamos ver o que acontecerá aqui, numa pista nova para todos", continuou.

A preparação no simulador do time baseado em Alzira, na Espanha, ajudou, mas só depois de percorrer todo o traçado é que Bruno e os técnicos da Mahindra começarão a trabalhar especificamente para a abertura dos treinos da manhã, que poderá apresentar piso molhado se a previsão da meteorologia se concretizar. 

"Não sabemos nada sobre o nível de aderência, ondulações e os diferentes tipos de asfalto daqui. Tem até bueiro", observou.

 

compartilhar
comentários
Etapa de Moscou da F-E corre risco de não acontecer
Artigo anterior

Etapa de Moscou da F-E corre risco de não acontecer

Próximo artigo

Local da primeira corrida da história, Paris revê revolução

Local da primeira corrida da história, Paris revê revolução
Carregar comentários