Desclassificado, Di Grassi diz que reparo na asa não foi feito de má-fé

Brasileiro se diz chateado de perder pontos da vitória em Berlim e prefere se focar no campeonato

Desclassificado, Di Grassi diz que reparo na asa não foi feito de má-fé
Lucas di Grassi, Audi Sport Team Abt
Lucas di Grassi, Audi Sport Team Abt
Pódio: Vencedor Lucas di Grassi, segundo colocado Jérôme d'Ambrosio, terceiro colocado Sébastien Buemi
Daniel Abt e Lucas di Grassi, Audi Sport Team Abt
Carregar reprodutor de áudio

 

Chateado de perder os 25 pontos que conseguiu no ePrix de Berlim no último sábado, Lucas di Grassi falou hoje que correu dentro da legalidade e jamais as mudanças em seu carro tiveram como intenção a trapaça. Com isso, o piloto da equipe Audi Abt perdeu a liderança do campeonato para o compatriota Nelsinho Piquet.

"Foi um gosto muito amargo. Tive a sensação de ter tido essa vitória roubada", falou o brasileiro.

Ele ainda não se conforma com a atitude dos dirigentes de tirar seu triunfo, e acredita que as equipes de seus dois principais concorrentes fizeram pressão para que os comissários investigassem a fundo seu carro.

Lucas di Grassi exaltou a boa fé de sua equipe, afirmando que o que os mecânicos fizeram foi para evitar os custos de ter que substituir toda a asa dianteira.

Com o resultado revisto, Di Grassi caiu para a terceira posição no campeonato, com 93 pontos marcados. Nelsinho Piquet lidera a tabela com 13 pontos, logo à frente do suíço Sebastien Buemi, que subiu para segundo após a desclassificação de Di Grassi no ePrix.

Com isso, a vitória sobrou para o belga Jerome D'Ambrosio, em apenas seu primeiro pódio na categoria.

 

compartilhar
comentários
Irritado com desclassificação, di Grassi "jura" Piquet e Buemi
Artigo anterior

Irritado com desclassificação, di Grassi "jura" Piquet e Buemi

Próximo artigo

Considerações sobre a entrevista de Lucas di Grassi

Considerações sobre a entrevista de Lucas di Grassi
Carregar comentários