GT Sprint Race: vice na AM em 2020 e líder de treino em Goiânia, Pedro Costa ressalta competitividade na classe nova

Piloto venceu uma corrida na etapa de estreia no Velocitta e foi o líder do treino desta sexta em Goiânia

GT Sprint Race: vice na AM em 2020 e líder de treino em Goiânia, Pedro Costa ressalta competitividade na classe nova
Carregar reprodutor de áudio

Destaque na classe PROAM da GT Sprint Race 2021 após vencer a primeira corrida de sua divisão na etapa de estreia de um dos principais campeonatos do automobilismo brasileiro no Velocitta, em Mogi Guaçu (SP), Pedro Costa também começou o 'minitorneio' Special Edition com o pé direito em treino realizado nesta sexta-feira, em Goiânia (GO). Ao lado do parceiro Antonio Junqueira, o piloto foi o mais rápido de sua categoria no Autódromo Ayrton Senna.

“Foi bacana, a pista de Goiânia é a minha favorita no Brasil. Tive poucas voltas, mas conseguimos qualificar bem no treino e, para o resultado que obtivemos, foi satisfatório, já que deve vir muito mais tempo”, afirmou o competidor do GTSR #161.

O editor recomenda:

"Entrei na classe AM no meio do campeonato passado, fiz um bom trabalho, fui vice-campeão e me promoveram para a PROAM, o que, para mim, é um desafio muito grande, porque tem um nível ainda mais elevado e pilotos muito experientes", disse ao Motorsport.com.

"[No Velocitta], fiz uma corrida com muitas disputas, tive que 'trancar' muito a posição e ainda usei o push na hora errada. A gente nem sempre consegue usá-lo da melhor forma possível", explicou Costa, que também falou sobre competir com concorrentes de diferentes classes.

"[Na GTSR], tem essa jogada de você ter que pensar na tua categoria: em onde você está e onde você quer chegar. Tem que conservar o carro e conservar sua posição porque isso faz muita diferença: a constância ao longo da temporada."

"O Thiago (Marques, organizador da GT Sprint Race) está fazendo um belíssimo trabalho. A gente já conhece a Sprint há algum tempo e a evolução, ano após ano, é substancial", destacou Costa.

"Especialmente do ponto de vista técnico, pelo perfil profissional do pessoal, que é muito envolvido, quer entregar o melhor, 'dão tudo' para fazer acontecer. E, também, obviamente a gente está com esse cenário de pandemia, então há muitas limitações, mas a Sprint oferece condições muito bacanas para os pilotos. Está cada vez melhor, a gente se sente muito confortável e só tenho a parabenizar", completou.

F1 2021: Rico Penteado decifra o que deve acontecer no GP de Mônaco; veja em detalhes | TELEMETRIA

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: O GP de Mônaco ainda é o ponto alto da F1?

 

.

compartilhar
comentários
Pedro Ferro é o segundo mais rápido em treino livre da GT Sprint Race em Goiânia
Artigo anterior

Pedro Ferro é o segundo mais rápido em treino livre da GT Sprint Race em Goiânia

Próximo artigo

Sprint: treino 2 repete líderes da PRO e da PROAM, mas tem mudança na AM

Sprint: treino 2 repete líderes da PRO e da PROAM, mas tem mudança na AM
Carregar comentários