Brasil pode entrar em maior 'seca' de vitórias na Indy

Jejum de 28 etapas sem triunfos entre 1997 e 1999 pode ser superado neste final de semana em Watkins Glen

Brasil pode entrar em maior 'seca' de vitórias na Indy
Helio Castroneves, Team Penske Chevrolet
Helio Castroneves, Team Penske Chevrolet
Tony Kanaan, Chip Ganassi Racing Chevrolet
Tony Kanaan, Chip Ganassi Racing Chevrolet
Helio Castroneves, Team Penske Chevrolet
Tony Kanaan, Chip Ganassi Racing Chevrolet, pit action
Carregar reprodutor de áudio

Completando exatos dois anos da última vitória de Tony Kanaan, em Fontana em 2014, na última terça-feira, o Brasil pode quebrar um recorde bastante negativo neste final de semana em Watkins Glen – penúltima corrida da temporada de 2016 da Indy.

Desde a primeira vitória de Emerson Fittipaldi na Indy, nas 500 Milhas de Michigan de 1985, a pior ‘seca’ de triunfos do país na categoria havia ocorrido entre 1997 e 1999.

Apesar de viver grande fase no campeonato na época, com vários representantes, o Brasil venceu o GP de Vancouver em 1997 com Maurício Gugelmin e ficou por 28 provas sem ganhar. O hiato acabou em Portland em 1999, com GIl de Ferran.

De lá até 2014 o Brasil sempre conquistou ao menos uma vitória a cada temporada. Porém, esta escrita foi quebrada em 2015, com Tony Kanaan e Hélio Castroneves terminando o ano sem nenhum triunfo.

Agora o Brasil pode ficar sem vencer por 29 eventos consecutivos, aumentando a marca registrada entre 1997 e 1999. Importante ressaltar que estão sendo contabilizadas etapas, não rodadas duplas. Com a rodada dupla de Detroit contabilizada em duas corridas, já teríamos 30 provas de hiato.

Cabe a Tony Kanaan e Hélio Castroneves tentarem reverter esta marca negativa neste domingo.

compartilhar
comentários
Rahal vence por 8 milésimos; Kanaan é 3º e Castroneves, 5º
Artigo anterior

Rahal vence por 8 milésimos; Kanaan é 3º e Castroneves, 5º

Próximo artigo

Após liderar treinos, Dixon é pole em Glen; Castroneves é 4°

Após liderar treinos, Dixon é pole em Glen; Castroneves é 4°
Carregar comentários