Newgarden vence final da Indy em St. Pete, mas Dixon é terceiro e confirma o hexa

compartilhar
comentários
Newgarden vence final da Indy em St. Pete, mas Dixon é terceiro e confirma o hexa
Por:
, Repórter

Pole position com a Penske, australiano Will Power fez trapalhadas e foi o 'vilão' da corrida que consagrou o neozelandês

Em um final de temporada espetacular no GP de St. Pete neste domingo, o norte-americano Josef Newgarden brilhou para vencer mais uma prova da IndyCar com a Penske, mas viu o rival Scott Dixon conquistar o título de 2020.

O editor recomenda:

O veterano neozelandês chegou em terceiro para assegurar o hexacampeonato da maior categoria de monopostos dos Estados Unidos, consagrando mais uma boa estratégia da Chip Ganassi. O mexicano Pato O'Ward teve atuação sólida e terminou em segundo com a McLaren.

A corrida

Na largada, Power manteve a ponta, à frente da trinca da Andretti, composta pelos norte-americanos Alexander Rossi e Herta, além do canadense James Hinchcliffe. Já os candidatos ao título começaram de forma conservadora, com Dixon ficando em 11º e Newgarden em oitavo. 

 

Logo no começo da prova, Power cometeu um erro, foi ultrapassado pelos concorrentes da Andretti e caiu para quarto. Na briga pelo campeonato, Newgarden manteve sua posição e Dixon subiu para 10º.

 

Na 20ª volta de um total de 100, Newgarden aparecia em sétimo, dois postos à frente de Dixon. No pelotão da frente, as posições se mantiveram, com Rossi na ponta, seguido por Herta, Hinchcliffe e Power. O'Ward fechava o top-5.

Dez giros depois, Dixon fez seu pit stop. Newgarden também parou e retornou à disputa dois postos à frente do rival, no meio do bolo. Na volta 32, Power foi para os boxes e voltou à pista perto do companheiro de Penske, mas acabou atrapalhando Newgarden.

No fim das contas, não houve maiores incidentes e Newgarden apareceu em sexto, com Power em oitavo e Dixon em 11º. À frente, os pilotos da Andretti fizeram seus pit stops e mantiveram a ponta, com Rossi na liderança, seguido por Herta e Hinchcliffe.

Na volta 37, Power voltou a se atrapalhar e causou a primeira bandeira amarela, após dar uma bater no muro e dar 'chilique' (veja abaixo). Na relargada, Newgarden saltou para quarto, mas logo houve outro acidente. Desta vez, com o norte-americano Santino Ferrucci, da Dale Coyne.

 

Após a saída do pace car, o carro de segurança da Indy, outro acidente, agora com o neozelandês Scott McLaughlin, novo piloto da Penske, e o holandês Rinus VeeKay, eleito o 'novato do ano' com a Dale Coyne.

 

A relargada seguinte não teve batidas e Rossi se manteve na liderança, à frente de Herta, Hinchcliffe, Newgarden, O'Ward e Dixon. Na volta 63, porém, Herta escapou e perdeu a vice-liderança, voltando ao traçado atrás de Rossi, Hinchcliffe e Newgarden.

Três giros depois, Newgarden fez novo pit stop. Dixon parou na sequência e voltou em 11º, dois postos atrás do rival. O pelotão da Andretti também fez paradas, mas Rossi escapou e bateu logo na sequência, causando nova bandeira amarela a 30 voltas do fim.

 

Após a relargada, feita no giro de nº 75, Herta apareceu na liderança, à frente de Hinchcliffe. O novato espanhol Alex Palou, da Dale Coyne, saltou para terceiro, seguido por Newgarden, O'Ward e Dixon. 

Mas a 'paz' no GP de St. Pete não durou muito, já que o norte-americano Marco Andretti teve furo de pneu e bateu a máquina da equipe da família. Logo na sequência, quem teve problemas foi Hinchcliffe, que errou e quebrou a asa dianteira. Nova bandeira amarela.

A relargada não demorou e Newgarden foi com tudo para cima, passando Palou e Herta, que perdeu duas posições. Na sequência, quem vacilou foi Palou, promovendo Dixon momentaneamente a terceiro, atrás de Herta e do líder Newgarden. Veja no vídeo abaixo:

 

Entretanto, a bandeira amarela logo tremulou. A batida da vez foi com o novato norte-americano Oliver Askew, que está de saída da McLaren. De todo modo, o outro piloto da equipe soube aproveitar.

Na relargada, O'Ward se consolidou no pelotão da frente e apareceu em segundo após novo erro de Herta, que caiu para o meio do bolo. Com isso, Dixon voltou ao terceiro posto, que havia sido brevemente perdido. As posições se mantiveram e o neozelandês pôde celebrar.

Cla # Piloto Equipe Voltas Tempo Diferença Intervalo Mph Pits Abandono
1 1 United States Josef Newgarden United States Team Penske 100 2:06'12.594     85.572 2  
2 5 Mexico Patricio O'Ward Arrow McLaren SP 100 2:06'16.735 4.140 4.140 85.525 2  
3 9 New Zealand Scott Dixon United States Chip Ganassi Racing 100 2:06'18.750 6.156 2.015 85.502 2  
4 14 France Sébastien Bourdais United States A.J. Foyt Enterprises 100 2:06'20.008 7.413 1.257 85.488 3  
5 28 United States Ryan Hunter-Reay United States Andretti Autosport 100 2:06'22.347 9.752 2.339 85.462 2  
6 22 France Simon Pagenaud United States Team Penske 100 2:06'23.172 10.577 0.824 85.452 2  
7 8 Sweden Marcus Ericsson United States Chip Ganassi Racing 100 2:06'23.664 11.069 0.492 85.447 3  
8 4 United States Charlie Kimball United States A.J. Foyt Enterprises 100 2:06'28.452 15.858 4.788 85.393 2  
9 15 United States Graham Rahal United States Rahal Letterman Lanigan Racing 100 2:06'28.969 16.374 0.516 85.387 2  
10 30 Japan Takuma Sato United States Rahal Letterman Lanigan Racing 100 2:06'29.369 16.774 0.400 85.383 2  
11 88 United States Colton Herta Andretti Harding Steinbrenner Autosport 100 2:06'36.809 24.214 7.440 85.299 2  
12 59 United Kingdom Max Chilton United Kingdom Carlin 100 2:06'43.067 30.472 6.257 85.229 3  
13 55 Spain Alex Palou Dale Coyne Racing with Team Goh 100 2:06'56.173 43.579 13.106 85.082 5  
14 26 Canada James Hinchcliffe United States Andretti Autosport 100 2:07'16.660 1'04.066 20.487 84.854 4  
15 21 Netherlands Rinus Kalmthout United States Ed Carpenter Racing 98 2:06'42.716 2 Laps 2 Laps 83.528 4  
16 7 United States Oliver Askew Arrow McLaren SP 98 2:06'44.803 2 Laps 2.087 83.505 3  
17 20 United States Conor Daly United States Ed Carpenter Racing 98 2:06'45.131 2 Laps 0.327 83.502 5  
18 10 Sweden Felix Rosenqvist United States Chip Ganassi Racing 98 2:06'48.202 2 Laps 3.070 83.468 5  
19 60 United Kingdom Jack Harvey United States Michael Shank Racing 97 2:06'43.786 3 Laps 1 Lap 82.664 3  
20 98 United States Marco Andretti Andretti Herta Autosport with Marco & Curb-Agajani 74 1:32'27.264 26 Laps 23 Laps 86.443 3 Acidente
21 27 United States Alexander Rossi United States Andretti Autosport 69 1:24'03.831 31 Laps 5 Laps 88.647 2 Acidente
22 3 New Zealand Scott McLaughlin United States Team Penske 46 55'37.108 54 Laps 23 Laps 89.323 2 Acidente
23 18 United States Santino Ferrucci Dale Coyne Racing with Vasser Sullivan 40 45'16.537 60 Laps 6 Laps 95.416 1 Acidente
24 12 Australia Will Power United States Team Penske 35 37'21.460 65 Laps 5 Laps 101.184 1 Acidente

Power crava pole e candidatos ao título ficam para trás em St. Petersburg

Artigo anterior

Power crava pole e candidatos ao título ficam para trás em St. Petersburg

Próximo artigo

Indy: Dixon e Newgarden comentam fim da temporada e corrida 'caótica'

Indy: Dixon e Newgarden comentam fim da temporada e corrida 'caótica'
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria IndyCar
Evento St. Pete
Autor Carlos Costa