Kartódromo alemão que formou Schumacher fechará as portas

Pista de Kerpen, situada a 30 km de Colônia, deverá encerrar suas atividades em 2020 para ser utilizada para a mineração de carvão

Kartódromo alemão que formou Schumacher fechará as portas
Karting at Kerpen
Press conference: Ralf Schumacher
Race winner Michael Schumacher celebrates
Race winner Michael Schumacher, Ferrari F2001
Michael Schumacher
Thursday FIA press conference: Ralf Schumacher and Michael Schumacher
Carregar reprodutor de áudio

Uma praça importante para o esporte a motor alemão está prestes a fechar as portas. O kartódromo de Kerpen, situado a 30 km de Colônia e famoso por formar Michael e Ralf Schumacher, deverá encerrar suas atividades em 2020.

A informação é do jornal alemão Kolner Express. O local, de cerca de 20 hectares, será utilizado pela empresa RWE para a mineração de carvão, o que impossibilita a continuidade do traçado.

O Clube de Kart de Kerpen negociou para buscar uma localização para a construção de uma nova pista, mas não obteve sucesso. Assim, seus 550 membros (incluindo 150 crianças) deverão ficar sem local para suas atividades.

“Não haverá uma nova pista de kart”, explicou Ralf Schumacher. “É uma pena. Aqui, tradição e promoção de jovens de sucesso estão morrendo ao mesmo tempo.”

Michael Schumacher é proprietário de dois terços da pista, sendo que a família do heptacampeão da F1 disse estar ciente de todas as negociações.

Os irmãos Schumacher iniciaram no kart na pista de Kerpen, onde o pai de ambos, Rolf, era zelador. Anos mais tarde, Michael se tornou dono do local e, ali, até participou de uma etapa do Mundial de Kart, em 2001, quando dividiu a pista com nomes como Nico Rosberg e Lewis Hamilton. 

compartilhar
comentários
Liga Paulista promete “medidas necessárias”, após violência
Artigo anterior

Liga Paulista promete “medidas necessárias”, após violência

Próximo artigo

Filho de Montoya entra para a Academia de Pilotos da Ferrari

Filho de Montoya entra para a Academia de Pilotos da Ferrari