Kanaan minimiza importância do grid de largada em Le Mans

Partindo de oitavo na LMGTE Pro, baiano não guiou no treino classificatório, mas garante Ford GT competitivo para a disputa da corrida

Kanaan minimiza importância do grid de largada em Le Mans
Carregar reprodutor de áudio

Tony Kanaan não considerou muito significativa a oitava posição no grid de largada na classe LMGTE Pro para sua estreia nas 24 Horas de Le Mans.

Estreante na prova, o piloto da Indy ficou de fora da tomada de tempos que definiu a ordem de partida. Quem marcou o melhor tempo de seu Ford GT foi Stefan Mucke, que ficou 1s1 acima do obtido pelo pole, o Aston Martin de Darren Turner, parceiro do brasileiro Daniel Serra.

“Foi uma experiência superlegal. Tive bastante tempo no carro até hoje, mas acabei não andando na classificação. Deixei para os meus companheiros de equipe, que têm um pouquinho mais experiência”, explicou Kanaan ao Motorsport.com Brasil em Le Mans.

“Estamos contentes, o carro está bom para uma corrida longa. Classificação não importa muito, então vamos ver o que vai acontecer. A pista é superlegal. Eu tinha andado bastante no simulador, mas ao vivo foi bem mais legal”, contou o brasileiro, que só foi à pista na última quarta-feira (14), já que ficou de fora do treino para novatos de duas semanas atrás. 

compartilhar
comentários
Confira volta em Le Mans com câmera 360° dentro do carro
Artigo anterior

Confira volta em Le Mans com câmera 360° dentro do carro

Próximo artigo

Barrichello celebra volta “gol de final de Copa” em Le Mans

Barrichello celebra volta “gol de final de Copa” em Le Mans
Carregar comentários