Luthi vence sprint de 6 voltas e se aproxima de Morbidelli

Suíço transforma final de semana ruim em primeira vitória do ano após bandeira vermelha e vê ítalo-brasileiro chegando apenas em 8º

Luthi vence sprint de 6 voltas e se aproxima de Morbidelli

Depois de cair na Alemanha e ficar a 34 pontos de Franco Morbidelli no mundial de Moto2, Thomas Luthi voltou a respirar na disputa do título deste ano com uma vitória surpreendente no GP da República Tcheca.

O piloto se aproveitou da chuva para fazer uma excelente largada na segunda bateria, pulando de sétimo para primeiro e vendo Morbidelli, que disputava a vitória com Pasini na primeira bateria, caindo para trás. O segredo do bom rendimento do suíço foi ter escolhido pneus de chuva usados para relargar. Com isso, a diferença entre os líderes do mundial é 17 pontos.

A corrida foi disputada em duas baterias por conta da volta da chuva, que já havia caído antes da prova da Moto3. Apenas sete voltas foram completadas em pista seca.

Também com pneus usados, Álex Márquez chegou em segundo lugar e também reduziu a diferença para seu companheiro Morbidelli.

O português Miguel Oliveira conquistou outro pódio neste ano, com o terceiro lugar. Meio-irmão de Valentino Rossi, Luca Marini foi o quarto colocado. Xavi Vierge fechou o top-5.

Franco Morbidelli foi apenas o oitavo, após ser ultrapassado seguidamente no molhado, tendo de segurar o ímpeto de Remy Gardner e do estreante norte-americano Joe Roberts, substituto do colombiano Yonny Hernandez na AGR.

A próxima etapa da Moto2 acontece na Áustria, na próxima semana.

Volte em instantes.

compartilhar
comentários
Pasini é pole após dez anos; Oliveira é 2º e Morbidelli 3º
Artigo anterior

Pasini é pole após dez anos; Oliveira é 2º e Morbidelli 3º

Próximo artigo

Morbidelli: “Ser forte na Moto2 não vai me ajudar na MotoGP”

Morbidelli: “Ser forte na Moto2 não vai me ajudar na MotoGP”
Carregar comentários