Crutchlow vê Márquez cair e vence segunda no ano; Rossi é 2º

Cal Crutchlow se aproveitou da queda do tricampeão para vencer pela segunda vez na carreira e na temporada 2016 da MotoGP; Valentino Rossi saiu de 15º para segundo

Crutchlow vê Márquez cair e vence segunda no ano; Rossi é 2º

Cal Crutchlow se aproveitou do primeiro infortúnio de fato de Marc Márquez em 2016 e, neste domingo (23), venceu o GP da Austrália. No GP da França, o campeão de 2016 caiu durante a prova, mas retornou à pista para terminar em 13º.

Desta vez, a queda do espanhol deixou a moto danificada o suficiente para que Márquez abandonasse pela primeira vez em 2016, dando ao britânico a chance de vencer pela segunda vez na temporada – e na carreira.

Valentino Rossi, que largou em 15º, fez uma prova de recuperação e escalou o pelotão até o segundo posto, com Maverick Viñales - que partiu do 13º posto - completando o pódio.

A corrida

Pol Espargaró largou melhor do que todos e assumiu a liderança, mas a alegria do piloto da Tech 3 durou somente até a curva 4, quando Márquez retomou o primeiro posto. No fim da primeira volta, Cal Crutchlow era o terceiro, seguido por Aleix Espargaró e Danilo Petrucci.

Um pouco mais atrás, Lorenzo era o oitavo, com Viñales em 10º Rossi em 11º. A 25 voltas do fim, o italiano superou o piloto da Suzuki e logo depois deixou Nicky Hayden para trás, subindo para nono. No giro seguinte, Rossi deixou Jack Miller para trás e partiu para cima de Lorenzo, superando rapidamente o companheiro de equipe.

Enquanto isso, mudanças na vice-liderança da prova, com Aleix Espargaró subindo para o segundo posto, com Crutchlow em terceiro e Pol Espargaró caindo para quarto. Andrea Dovizioso vinha em quinto e Rossi rapidamente se aproximava deste grupo.

A 22 voltas do final, Crutchlow colocou por dentro na freada da curva 10 e deixou Aleix Espargaró para trás, assumindo a segunda posição. Na volta seguinte, Rossi executou manobra semelhante sobre Pol Espargaró para subir para quinto. Pouco depois, o veterano superou Dovizioso para assumir a quarta posição e seguir em um ritmo forte para cima de Aleix Espargaró.

Faltando 18 voltas para o final da corrida, Rossi já estava no pódio ao superar Aleix Espargaró. Na curva 4, Márquez – sozinho – foi ao solo, abandonando a prova. Com isso, Crutchlow assumiu o primeiro lugar, com Rossi já em segundo. Se Rossi sofria para se aproximar de Crutchlow, Viñales deixava Pol Espargaró para trás e subia para quinto.

Rossi não sofria pressão de Aleix Espargaró, mas não conseguia reduzir a vantagem em relação ao britânico – pelo contrário, a diferença aumentava volta a volta e, a 12 voltas do fim, era superior a três segundos. A dez voltas do fim, Rossi cometeu um pequeno erro na freada da curva 4 e a diferença subiu para quase seis segundos. Instantes depois, Dovizioso ultrapassou Aleix Espargaró e tomou o terceiro posto do espanhol.

A briga pelo último lugar no pódio se intensificou com a chegada de Viñales à batalha entre Espargaró e Dovizioso. A seis giros do final, Viñales deixou Dovizioso para trás e na sequência começou a disputar posição com o companheiro de equipe, que foi ao solo na freada para a curva 4, abandonando a prova.

A Crutchlow, restou seguir com tranquilidade até a linha de chegada para vencer pela segunda vez no ano e na carreira na MotoGP. Rossi saiu de 15º para o segundo lugar, enquanto Viñales saiu do 13º posto no grid para terminar em terceiro e completar o pódio.

Confira o resultado final:

Pos.PontosNum.PilotoEquipeMotoTempo/Dif.
1 25 35 Cal CRUTCHLOW LCR Honda Honda 40'48.543
2 20 46 Valentino ROSSI Movistar Yamaha MotoGP Yamaha +4.218
3 16 25 Maverick VIÑALES Team SUZUKI ECSTAR Suzuki +5.309
4 13 4 Andrea DOVIZIOSO Ducati Team Ducati +9.157
5 11 44 Pol ESPARGARO Monster Yamaha Tech 3 Yamaha +14.299
6 10 99 Jorge LORENZO Movistar Yamaha MotoGP Yamaha +20.125
7 9 45 Scott REDDING OCTO Pramac Yakhnich Ducati +28.369
8 8 38 Bradley SMITH Monster Yamaha Tech 3 Yamaha +28.781
9 7 9 Danilo PETRUCCI OCTO Pramac Yakhnich Ducati +28.792
10 6 43 Jack MILLER Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda +28.815
11 5 6 Stefan BRADL Aprilia Racing Team Gresini Aprilia +31.809
12 4 19 Alvaro BAUTISTA Aprilia Racing Team Gresini Aprilia +47.734
13 3 68 Yonny HERNANDEZ Pull & Bear Aspar Team Ducati +47.749
14 2 50 Eugene LAVERTY Pull & Bear Aspar Team Ducati +54.311
15 1 7 Mike JONES Avintia Racing Ducati +55.875
16   53 Tito RABAT Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda +1'06.395
17   69 Nicky HAYDEN Repsol Honda Team Honda +1'22.604
Não Completaram
    8 Hector BARBERA Ducati Team Ducati 3 Voltas
    41 Aleix ESPARGARO Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 5 Voltas
    93 Marc MARQUEZ Repsol Honda Team Honda 18 Voltas
    76 Loris BAZ Avintia Racing Ducati 0 Voltas
compartilhar
comentários
Sem confiança, Lorenzo admite que "quedas ficam na cabeça"

Artigo anterior

Sem confiança, Lorenzo admite que "quedas ficam na cabeça"

Próximo artigo

Crutchlow: "ver Márquez cair me deixou aterrorizado"

Crutchlow: "ver Márquez cair me deixou aterrorizado"
Carregar comentários