Dani Pedrosa reage a críticas de chefe da Honda

compartilhar
comentários
Dani Pedrosa reage a críticas de chefe da Honda
Por:
Co-autor: Pablo Elizalde
17 de dez de 2018 10:43

Piloto espanhol usa mídias sociais para responder declarações feitas por Alberto Puig, que sugeriu que Dani não trabalhou como deveria: “outros quiseram mais se tornar campeões”

Dani Pedrosa criticou seu ex-patrão da Honda na MotoGP, Alberto Puig, por sugerir que ele não teve vontade suficiente de se tornar campeão da categoria rainha.

Puig atuou como empresário de Pedrosa até o final da temporada de 2013, antes de assumir um papel de conselheiro na HRC, e a dupla voltou a se reunir neste ano quando Puig substituiu Livio Suppo como chefe de equipe da Repsol Honda.

No entanto, Puig – que ficou famoso por criticar Pedrosa duramente como comentarista na TV espanhola – não quis manter o espanhol em 2019 e acabou por substituí-lo por Jorge Lorenzo. Pedrosa optou por se aposentar no final da temporada, apesar de ter opções para permanecer no grid.

Puig sugeriu que a razão pela qual a forma de Pedrosa declinou nos anos finais de sua carreira na MotoGP foi falta de esforço e vontade de vencer.

"Estive sempre com Dani até 2013, mas nestes últimos anos não sei exatamente o que ele fez", disse Puig em entrevista ao jornal espanhol La Vanguardia.

"Este ano trabalhei com ele e vi um Dani diferente do que me lembrava. Talvez para ser um campeão de MotoGP ele devesse ter assumido algumas coisas que não fez. Nada é de graça na vida. Havia outros que queriam ganhar mais os títulos.”

"Eu acho que ele ainda tem um nível alto suficiente para continuar, porque ele é muito talentoso. Com uma mão e colocando um pouco de esforço, ele é um dos cinco melhores. Mas eu não estou muito interessado..."

Alberto Puig, Repsol Honda Team Team Principal

Alberto Puig, Repsol Honda Team Team Principal

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Em resposta, Pedrosa usou suas mídias sociais para expressar seu descontentamento com os comentários de seu ex-gerente.

"Sinto muito pela visão e a decepção que Alberto Puig tem sobre meus resultados", escreveu Pedrosa em sua página no Facebook. "Tendo dito isso, acho curioso que ele tenha mudado sua opinião sobre mim tão drasticamente durante a noite. Espero que um dia ele possa superar isso”.

"Eu dei a ele o meu melhor, oferecendo tudo o que eu tinha em cada momento. Duvidar de que um piloto quer ser campeão não é algo que você espera de alguém que trabalhe neste esporte."

"Eu teria apreciado se todo o ressentimento que ele está mostrando para mim agora ele compartilhasse comigo pessoalmente em uma das muitas chances que tivemos neste ano, em vez de esperar que eu ficasse fora da equipe, já que estou não está interessado na controvérsia que ele está criando. Em qualquer caso, ele deve deixar quem que não fala mal dele em paz..."

Pedrosa recusou a oportunidade de permanecer na Honda como piloto de testes em 2019, e em vez disso aceitou uma oferta para se juntar à KTM.

Ele terá sua primeira chance de testar a moto RC16 em Jerez na quarta-feira, depois que a Honda deu à marca austríaca a possibilidade do contratado Pedrosa correr por seu novo empregador antes do final do ano.

Dani Pedrosa, Repsol Honda Team

Dani Pedrosa, Repsol Honda Team

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Next article
Rossi não aceita que “seu momento acabou”, diz chefe da Honda

Previous article

Rossi não aceita que “seu momento acabou”, diz chefe da Honda

Next article

Syahrin vê KTM ainda ruim em saídas de curva e pede melhorias

Syahrin vê KTM ainda ruim em saídas de curva e pede melhorias
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Dani Pedrosa Shop Now
Equipes Repsol Honda Team
Autor Jamie Klein
Be first to get
breaking news