MotoGP
15 out
Evento encerrado
16 out
Evento encerrado
23 out
Evento encerrado
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
R
GP da Malásia
29 out
Canceled
R
GP da Europa
06 nov
Próximo evento em
7 dias
R
GP de Valência
13 nov
Próximo evento em
14 dias
R
GP de Portugal
20 nov
Próximo evento em
21 dias

De "leão a gatinho": Viñales exige reação da Yamaha após problemas na etapa de Misano da MotoGP

compartilhar
comentários
De "leão a gatinho": Viñales exige reação da Yamaha após problemas na etapa de Misano da MotoGP
Por:

Piloto espanhol também explicou a diferença na pilotagem em condições diferentes ao longo do fim de semana

Maverick Viñales disse que “quer uma reação” da Yamaha na MotoGP para curar os seus problemas de aderência nas corridas. No GP de San Marino, o piloto da Yamaha quebrou o recorde de volta de Misano para conquistar a pole e era esperado que fosse a principal ameaça para a vitória da equipe de fábrica. Mas não foi isso que aconteceu na corrida.

Ele rapidamente abandonou a batalha pelo pódio, antes que seu ritmo começasse a melhorar na segunda metade da prova para terminar em sexto - embora tenha ficado 5,3 segundos atrás do vencedor da Yamaha, Franco Morbidelli. Viñales afastou as especulações de que sua escolha de ser o único piloto a usar o pneu traseiro duro contribuiu para seus problemas.

Leia também:

Ele liderou o teste de terça-feira em Misano - classificando-o como o “melhor teste do ano”. Ele pediu que a Yamaha encontre uma solução que lhe permita ter a mesma sensação de aderência ao pilotar em cima da borracha Dunlop da Moto2 nas tardes de domingo.

Quando questionado pelo Motorsport.com sobre como vai abordar este final de semana, Viñales respondeu: “Tenho de ser mais rápido, para que os danos sejam menores".

"Se eu for um pouco mais rápido nos treinos, serei um pouco mais rápido na corrida. Vamos tentar o nosso máximo. Com certeza não é algo fácil para nós porque sofremos muito com isso”.

“Mas eu quero uma reação da Yamaha. Quero que me forneçam o melhor, porque viemos de sábado para fazer um recorde de volta na classificação, de ser um leão na pista e depois éramos um gatinho na pista. É algo estranho. Eu levo isso com humor porque é a única coisa que posso fazer”.

“No teste me senti bem, sinceramente, me senti incrível na moto. Corremos rápido porque no final do dia rodei em 01min32s para baixo com muitas voltas com o pneu como ritmo, o que é bom”.

“Como sabemos, quando há borracha Michelin, há boa aderência, posso fazer o que quiser com a moto. Mas quando não há aderência, é difícil pilotar”.

Viñales testou um novo escapamento e braço oscilante de fibra de carbono na terça-feira, bem como alguns ajustes da suspensão, e confirmou que vai utilizar o escapamento e o braço oscilante neste final de semana no GP de Emilia Romagna.

Seu companheiro de equipe, Valentino Rossi, disse que também está nos seus planos avaliar as novas peças novamente neste final de semana.

“Amanhã vou começar com uma moto muito semelhante à do final de semana passado, mas também está nos meus planos usar [o novo escapamento e braço oscilante],” respondeu Rossi. "Temos [um] braço oscilante diferente e o tubo. Com certeza se eu usar o tubo vocês verão, porque é muito grande”.

“Para nós, está na programação tentar durante o final de semana.”

Entenda como Max Verstappen pode sair da Red Bull antes do fim de seu contrato

PODCAST: Após 'comemorar' GP 1000, qual é o tamanho da crise da Ferrari?

 

MotoGP: Binder e KTM lideram TL2 em Misano com os cinco primeiros separados por menos de um décimo

Artigo anterior

MotoGP: Binder e KTM lideram TL2 em Misano com os cinco primeiros separados por menos de um décimo

Próximo artigo

MotoGP: Viñales é pole para o GP da Emilia Romagna em Misano

MotoGP: Viñales é pole para o GP da Emilia Romagna em Misano
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP Emilia-Romagna
Autor Lewis Duncan