MotoGP
R
GP do Catar
05 mar
-
08 mar
Próximo evento em
39 dias
R
GP da Tailândia
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
53 dias
R
GP das Américas
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
67 dias
R
GP da Argentina
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
81 dias
R
GP da Espanha
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
95 dias
R
GP da França
14 mai
-
17 mai
Próximo evento em
109 dias
R
GP da Itália
28 mai
-
31 mai
Próximo evento em
123 dias
R
GP da Catalunha
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
130 dias
R
GP da Alemanha
18 jun
-
21 jun
Próximo evento em
144 dias
R
GP da Holanda
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
151 dias
R
GP da Finlândia
09 jul
-
12 jul
Próximo evento em
165 dias
R
GP da República Tcheca
06 ago
-
09 ago
Próximo evento em
193 dias
R
GP da Áustria
13 ago
-
16 ago
Próximo evento em
200 dias
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
214 dias
R
GP de San Marino
10 set
-
13 set
Próximo evento em
228 dias
R
GP de Aragón
01 out
-
04 out
Próximo evento em
249 dias
R
GP do Japão
15 out
-
18 out
Próximo evento em
263 dias
R
GP da Austrália
23 out
-
25 out
Próximo evento em
271 dias
R
GP da Malásia
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
277 dias
R
GP de Valência
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
291 dias

Dovizioso crê que Ducati é “moto mais lenta” no meio das curvas

compartilhar
comentários
Dovizioso crê que Ducati é “moto mais lenta” no meio das curvas
22 de mar de 2019 13:03

Italiano acredita que time ainda tenha que melhorar equilíbrio da Desmosedici para brigar pela vitória em todas as pistas

Sem querer tirar conclusões precipitadas, o vencedor do GP do Catar, Andrea Dovizioso, acredita que a hierarquia do mundial de MotoGP de 2019 não ficará clara até a quinta etapa, na França.

O raciocínio do piloto da Ducati é de que os eventos de abertura – no Catar, na Argentina e nos EUA – acontecem em circuitos "estranhos". Para ele, é somente quando a temporada europeia começar, em Jerez e Le Mans, que a verdadeira hierarquia do ano surgirá.

Leia também:

"A pista do Catar é muito estranha, por isso temos de esperar até no mínimo Le Mans, porque as próximas duas etapas também serão estranhas", disse Dovizioso.

"Mas pelo que eu vejo, parece que todo mundo está mais perto. Isso significa que quando você estiver em um final de semana ruim, você pode perder muitos pontos. É por isso que temos que manter os pés no chão e continuar trabalhando."

Analisando o desempenho da nova GP19 durante a corrida em Losail, Dovizioso continua preocupado porque acha que a falta de velocidade de curva da Desmosedici vai prejudicá-lo durante toda a temporada.

"Temos alguns pontos realmente bons, mas no meio da curva somos a moto mais lenta", explicou ele.

"Ainda assim, temos uma boa aceleração e potência em linha reta e isso nos dá a possibilidade – quando o pneu e a pista são bons para nós – de fazer a diferença."

Próximo artigo
Lorenzo: "É como se a Honda tivesse juntado C. Ronaldo e Messi"

Artigo anterior

Lorenzo: "É como se a Honda tivesse juntado C. Ronaldo e Messi"

Próximo artigo

Chefe da MotoGP sugere que F1 copie seu modelo de distribuição de dinheiro

Chefe da MotoGP sugere que F1 copie seu modelo de distribuição de dinheiro
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP