MotoGP
25 mar
Próximo evento em
57 dias
R
GP da Argentina
08 abr
Postponed
R
GP das Américas
15 abr
Postponed
R
GP da Espanha
29 abr
Próximo evento em
92 dias
R
GP da França
13 mai
Próximo evento em
106 dias
R
GP da Itália
27 mai
Próximo evento em
120 dias
R
GP da Catalunha
03 jun
Próximo evento em
127 dias
R
GP da Alemanha
17 jun
Próximo evento em
141 dias
R
GP da Holanda
24 jun
Próximo evento em
148 dias
R
GP da Finlândia
08 jul
Próximo evento em
162 dias
R
GP da Áustria
12 ago
Próximo evento em
197 dias
R
GP da Grã-Bretanha
26 ago
Próximo evento em
211 dias
R
GP de Aragón
09 set
Próximo evento em
225 dias
R
GP de San Marino
16 set
Próximo evento em
232 dias
R
GP do Japão
30 set
Próximo evento em
246 dias
R
GP da Tailândia
07 out
Próximo evento em
253 dias
R
GP da Austrália
21 out
Próximo evento em
267 dias
28 out
Próximo evento em
274 dias
R
GP de Valência
11 nov
Próximo evento em
288 dias

Ducati deixou a moto mais confortável, diz Lorenzo

compartilhar
comentários
Ducati deixou a moto mais confortável, diz Lorenzo
Por:
Traduzido por: Daniel Betting

Jorge Lorenzo ficou feliz com o primeiro dia de trabalho em Jerez, especialmente pelas novidades que a Ducati levou para tentar tornar a vida do piloto espanhol mais confortável

Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP, Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team

Jorge Lorenzo terminou como sétimo mais rápido da sexta-feira de treinos livres do GP da Espanha da MotoGP, pouco mais de quatro décimos mais lento que Cal Crutchlow, o mais rápido do dia, e apenas oito milésimos de Andrea Dovizioso, a primeira Ducati na tabela de tempos.

"Não foi um dia ruim. Estou feliz porque a Ducati trouxe para cá algumas peças que fazem a moto rodar um pouco mais suave, que vá um pouco mais na direção que eu gosto. Pude ir um pouco mais confortável, especialmente na saída de curvas", disse Lorenzo, que não quis especificar quais peças seriam, embora uma delas melhoraria a posição do piloto na moto e tem a ver com o assento.

No entanto, o novo material não fez mágica no desempenho da Desmosedici.

"De qualquer forma, a moto ainda não vira muito nas curvas de inclinação máxima, que é o que nos falta", afirmou.

Lorenzo, que completou 31 anos nesta sexta-feira, foi perguntado se as peças da Ducati foram seu presente.

"É um aniversário um pouco triste porque este não é o nível que estou acostumado. É por isso que eu aprecio as sensações que essas novas peças me dão", argumentou.

O espanhol entrou no corte do Q2 na última hora do treino, mas acabou mais feliz com a sessão da manhã.

"De manhã, fui um dos poucos que não trocaram os pneus e consegui dar voltas em um bom ritmo. À tarde, com pneus novos conseguimos nos aproximar", para terminar entre os dez primeiros.

Apesar de não se parecer com no ano passado, quando conquistou em Jerez seu primeiro pódio com a Ducati, o espanhol não abaixa os braços.

"Se pudermos fazer o set-up nos permitir virar mais, vamos nos aproximar da Honda, que pela primeira vez são os favoritos aqui", concluiu.

Márquez: "Base da Argentina e Austin também funciona aqui"

Artigo anterior

Márquez: "Base da Argentina e Austin também funciona aqui"

Próximo artigo

Oliveira garante lugar na MotoGP com Tech 3 para 2019

Oliveira garante lugar na MotoGP com Tech 3 para 2019
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da Espanha
Sub-evento Sexta-feira - Treino Livre
Localização Circuito de Jerez
Pilotos Jorge Lorenzo
Autor Oriol Puigdemont