MotoGP
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
23 dias
14 mai
-
17 mai
Próximo evento em
37 dias
R
GP da Itália
28 mai
-
31 mai
Próximo evento em
51 dias
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
58 dias
R
GP da Alemanha
18 jun
-
21 jun
Próximo evento em
72 dias
R
GP da Holanda
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
79 dias
R
GP da Finlândia
09 jul
-
12 jul
Próximo evento em
93 dias
R
GP da República Tcheca
06 ago
-
09 ago
Próximo evento em
121 dias
R
GP da Áustria
13 ago
-
16 ago
Próximo evento em
128 dias
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
142 dias
R
GP de San Marino
10 set
-
13 set
Próximo evento em
156 dias
R
GP de Aragón
25 set
-
27 set
Próximo evento em
171 dias
R
GP do Japão
15 out
-
18 out
Próximo evento em
191 dias
R
GP da Austrália
23 out
-
25 out
Próximo evento em
199 dias
R
GP da Malásia
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
205 dias
13 nov
-
15 nov
Próximo evento em
220 dias
R
GP da Argentina
20 nov
-
22 nov
Próximo evento em
227 dias
R
GP de Valência
27 nov
-
29 nov
Próximo evento em
234 dias

Ex-dono de equipe da MotoGP e piloto de rali é punido por recusa em teste antidoping

compartilhar
comentários
Ex-dono de equipe da MotoGP e piloto de rali é punido por recusa em teste antidoping
Por:
30 de jan de 2019 18:16

Paul Bird não poderá correr de rali por oito anos, depois que foi considerado culpado por se recusar a ceder material para coleta

Paul Bird é piloto em tempo integral do BTRDA Rally Series, uma das categorias de rali do Reino Unido, e havia recebido uma suspensão de dois anos em 2015 por testar positivo para um metabólito de cocaína e diuréticos.

Ele retornou em 2017, mas, após estágios realizado em 14 de abril de 2018, Bird foi considerado culpado pelo Tribunal Nacional Antidoping (UKAD) por "evadir, recusar ou falhar no envio de amostra".

A punição agora aumentou para oito anos, contando a partir de 11 de julho de 2018.

Ele chegou a competir e vencer um evento após a data e que o colocou em posição de lutar com o campeão Matt Edwards, que também venceu o Campeonato Britânico de Rally em 2018.

Ainda não está claro porque Bird conseguiu competir antes de ser suspenso.

Nicole Sapstead, diretor-executivo da UKAD, disse: "Está claro nas regras antidopagem que quem se recusar a fornecer uma amostra será tratado com seriedade, como um teste positivo. O Sr. Bird estava ciente disso, tendo sido avisado das consequências."

"A UKAD terá sempre como objetivo assegurar as sanções mais fortes possíveis para aqueles que não aderem aos procedimentos antidoping."

Sua equipe na MotoGP, a Paul Bird Motorsport, competiu de 2012 a 2014 com Aprillas.

Mais recentemente, a equipe encontrou sucesso no campeonato britânico de Superbike, onde venceu o campeonato de equipes e pilotos em 2016 e 2017.

A proibição da competição afeta Bird apenas como piloto e não como dono de equipe.

 

Próximo artigo
Morbidelli: Hamilton poderia testar a minha moto

Artigo anterior

Morbidelli: Hamilton poderia testar a minha moto

Próximo artigo

Morbidelli: Ter a mesma moto de Rossi vai me ajudar

Morbidelli: Ter a mesma moto de Rossi vai me ajudar
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Autor Jack Benyon