Mesmo machucado, Rins é liberado para correr na Argentina

Depois de se acidentar durante treinamento, piloto da Suzuki espera que não sofra com dores em Termas de Rio Hondo

Mesmo machucado, Rins é liberado para correr na Argentina
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Jonas Folger, Monster Yamaha Tech 3, Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Carregar reprodutor de áudio

Alex Rins foi liberado para competir na Argentina neste final de semana, na segunda etapa da MotoGP em 2017. O espanhol da Suzuki acabou sofrendo um acidente na última semana enquanto treinava de motocross e fraturou parcialmente seu tornozelo direito.

Rins reconhece que a mobilidade de seu tornozelo ainda não está 100%, mas que espera fazer um bom trabalho no circuito de Termas de Rio Hondo.

"Não é uma lesão ruim, mas vai exigir algum tempo para eu me recuperar", disse Rins. "Eu realmente espero que ela não me incomode muito com a dor. Estou animado para continuar aprendendo na MotoGP com a minha Suzuki."

Rins terminou em nono lugar em sua estreia na MotoGP no Catar, enquanto seu companheiro de equipe Andrea Iannone caiu quando ocupava o terceiro lugar durante a prova.

O italiano, que se junta à Suzuki em 2017, disse que quer que esse acidente seja seu "primeiro e último" no campeonato.

"Não escondo que quero me redimir depois da decepção no Catar", disse ele. "Acho que a Argentina pode ser uma pista boa para nós e eu gosto muito dela.”

"Ela é técnica e rápida, e eu gosto disso. Espero que as condições da pista estejam boas.”

"Normalmente ela está muito suja e leva algum tempo para desenvolver uma boa aderência. Espero que este ano seja melhor."

compartilhar
comentários
Em pista incômoda, Lorenzo busca referências com Ducati
Artigo anterior

Em pista incômoda, Lorenzo busca referências com Ducati

Próximo artigo

Pol Espargaró: motos de KTM e Yamaha são muito diferentes

Pol Espargaró: motos de KTM e Yamaha são muito diferentes
Carregar comentários