MotoGP
15 out
Evento encerrado
18 out
Evento encerrado
25 out
Evento encerrado
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
08 nov
Evento encerrado
22 nov
Evento encerrado

Mir diz que corrida que lhe rendeu o título da temporada da MotoGP foi um “pesadelo”

compartilhar
comentários
Mir diz que corrida que lhe rendeu o título da temporada da MotoGP foi um “pesadelo”
Por:

Espanhol terminou a penúltima etapa da temporada na sétima colocação, o que foi suficiente para lhe garantir a conquista

O piloto Joan Mir, da Suzuki, admitiu que seu GP de Valência foi um "pesadelo" e diz que sofreu mais do que em qualquer outra corrida em 2020, apesar de ter garantido seu primeiro título na categoria de elite.

O espanhol terminou a penúltima etapa da temporada na sétima colocação, partindo de 12º, o que foi suficiente para lhe garantir o título da MotoGP de 2020 - encerrando uma espera de 20 anos para a Suzuki.

Leia também:

Apesar de ter vencido no Circuito Ricardo Tormo na semana passada, Mir admite que "sofreu muito" na corrida de domingo e não consegue explicar por quê.

“Esta corrida foi um pesadelo”, admitiu Mir.

“Esta corrida batalhei mais do que [qualquer outra corrida] durante toda a temporada. É estranho entender a situação, porque eu não sei.”

“Eu não me importo com a corrida, nós temos o título. Mas é verdade que sofri muito."

 

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

O sucesso do título de Mir o torna o sexto piloto na história da categoria elite a ganhar o campeonato em uma Suzuki, fazendo isso no 100º aniversário da marca e no 60º de sua história de corrida.

A Suzuki só voltou à MotoGP em 2015, após um hiato de 2011-2014 (embora tenha feito uma aparição desastrosa como wildcard no GP de Valência de 2014 com a GSX-RR), e Mir admite que não esperava ser capaz de competir pelo título em seu segundo ano na MotoGP.

Por esta razão, ele sente que conquistar o título significa algo a mais do que se fosse com outro fabricante.

“Para mim, esta foi a razão para assinar com a Suzuki”, disse ele, quando questionado sobre o que significava ganhar o primeiro título da Suzuki desde 2000.

“Para mim, é claro, ganhar um título com cada [qualquer] fabricante é inacreditável, é o alvo.

“Mas fui muito corajoso naquele momento ir para a Suzuki porque não esperava este potencial da moto no segundo ano.

“Mas era assim. Conseguir um título com a Suzuki significa algo mais do que o normal. ”

Mir se junta a Barry Sheene, Marco Lucchinelli, Franco Uncini, Kevin Schwantz e Kenny Roberts Jr como os únicos campeões mundiais com a Suzuki na categoria elite.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PÓDIO: Chuva traz caos ao GP da Turquia, mas Hamilton se sobressai, vence e garante o hepta

PODCAST: O calendário 'pós-pandemia' da F1 2021 é o mais correto? Ouça o debate

 

 
Quartararo: "Não me sinto confortável na Yamaha desde Le Mans"

Artigo anterior

Quartararo: "Não me sinto confortável na Yamaha desde Le Mans"

Próximo artigo

Mir: rivalidade contribui para sucesso da Suzuki na MotoGP 2020

Mir: rivalidade contribui para sucesso da Suzuki na MotoGP 2020
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP de Valência
Pilotos Joan Mir
Equipes Team Suzuki Ecstar MotoGP
Autor Lewis Duncan