MotoGP aposenta número #58 de Marco Simoncelli

Número de piloto morto em 2011 se junta a mais quatro de notáveis da maior categoria do motociclismo do mundo

MotoGP aposenta número #58 de Marco Simoncelli
Tribute to Marco Simoncelli plaque
Valentino Rossi, Yamaha Fatory Racing homenageia Marco Simoncelli
Tribute to Marco Simoncelli lead by Fausto Gresini of San Carlo Honda Gresini
Tribute to Marco Simoncelli lead by Fausto Gresini of San Carlo Honda Gresini
Tribute to Marco Simoncelli lead by Fausto Gresini of San Carlo Honda Gresini

Marco Simoncelli continua sendo o último piloto morto em uma prova da MotoGP, tendo sucumbido aos ferimentos sofridos em acidente no GP da Malásia, em Sepang, em 2011. Ele tinha 24 anos.

Desde então, o número #58 do italiano não foi mais utilizado - exceto para a corrida de Valência daquele ano, em que Loris Capirossi usou como tributo ao seu compatriota.

No entanto, em coletiva de imprensa nesta quinta-feira em Misano, a Dorna anunciou que o #58 agora "pertence à família Simoncelli", e só será usado no futuro com a sua bênção.

O número é utilizado atualmente na Moto3 pelo piloto espanhol Juanfran Guevara.

O #58 se junta a uma lista com mais quatro números que foram oficialmente aposentados da MotoGP, que são os seguintes: 

No.Piloto 
34  Kevin Schwantz  
48  Shoya Tomizawa Piloto da Moto2 morto em Misano em 2010
58  Marco Simoncelli Piloto da MotoGP morto em Sepang em 2011
65  Loris Capirossi Tinha o recorde de participações na MotoGP (superado por Valentino Rossi)
74  Daijiro Kato Piloto da MotoGP morto em Suzuka em 2003
compartilhar
comentários
Em Misano, MotoGP volta a horário "tradicional"
Artigo anterior

Em Misano, MotoGP volta a horário "tradicional"

Próximo artigo

Rossi diz que não quer aposentadoria do número #46

Rossi diz que não quer aposentadoria do número #46
Carregar comentários