MotoGP
15 out
Evento encerrado
18 out
Evento encerrado
25 out
Evento encerrado
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
08 nov
Evento encerrado
22 nov
Evento encerrado

MotoGP: Dovizioso lamenta falta de velocidade e não mira campeonato: “Não está nas minhas mãos”

compartilhar
comentários
MotoGP: Dovizioso lamenta falta de velocidade e não mira campeonato: “Não está nas minhas mãos”
Por:

Piloto da Ducati não conseguiu passar do Q1 neste sábado e largará apenas na 17ª colocação em Aragón

Após outra classificação difícil, Andrea Dovizioso disse que o campeonato não está em suas mãos. O piloto da Ducati mais uma vez não conseguiu passar do Q1 em Aragón neste sábado e só conseguiu o 17º lugar do grid para o GP de Teruel. É a terceira vez nesta temporada que Dovizioso falhou em alcançar as 16 primeiras posições na classificação.

O italiano disse, na sexta-feira, que a Ducati não deu nenhum passo à frente no difícil final de semana do GP de Aragón e reiterou, no sábado, que a marca italiana foi deixada para trás por seus rivais. Apesar disso, o 18º lugar do ex-líder do campeonato Fabio Quartararo na última corrida fez com que a sétima posição de Dovizioso na mesma prova fosse boa o suficiente para mantê-lo a 15 pontos do novo líder da classificação, Joan Mir, a quatro rodadas do fim.

Leia também:

No entanto, Dovizioso diz que “não consegue pensar” no campeonato com o ritmo que tem atualmente. “Quando você tem esse tipo de velocidade, não consegue fazer nenhuma estratégia e nem pensar em campeonato”, disse ele quando questionado pela Autosport se suas esperanças de título desapareceram após a classificação.

“Com certeza vou abordar a corrida como sempre para somar o máximo de pontos, mas no final, quando você não tem velocidade, não consegue usar energia para pensar sobre a estratégia porque não tem o poder de decidir nada”. 

“Neste momento não penso no campeonato porque não acho que esteja na minha mente, nas minhas mãos”. 

As reclamações de Dovizioso sobre o efeito que a fabricação do pneu de 2020 da Michelin teve na sua moto GP20 e a dificuldade que ele teve em adaptar seu estilo de pilotagem foram bem documentadas.

Apenas Johann Zarco na Avintia Ducati de 2019 conseguiu chegar ao Q2 no sábado, com o francês em quinto lugar, mas Dovizioso diz que não há nada a aprender com a GP19 em termos de resolver seus problemas com o pneu.

“Acho que é apenas uma questão de estilo de pilotagem e, se você analisar esta temporada, verá muitos altos e baixos”, acrescentou. “Muitos pilotos tiveram uma velocidade muito boa, mas olhe para o campeonato e onde estão. No final, isso apenas confirma que a situação não está sob controle para nós e é muito difícil de gerenciar e tentar usar o potencial, porque trabalhamos muito na configuração e tentamos nos adaptar, mas no final, como você vê, não funcionou”. 

“Nós somos um pouco mais rápidos em algumas pistas, mas nunca o suficiente. Então, é difícil”.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Neste fim de semana, a F1 visita Portimão, para o GP de Portugal. E uma equipe que vem se destacando na temporada 2020 é a Renault, que vem mostrando  muita consistência, com Daniel Ricciardo entre os seis primeiros nas últimas quatro provas. Pode ser uma boa aposta para o fim de semana hein?  Quer saber mais? Confira o ThePlayer.com e não perca nada!

Q4: Assista ao debate sobre o treino classificatório para o GP de Portugal de F1, com Lucas Foresti

PODCAST: O mercado da F1 para 2021 e os 30 anos do bicampeonato de Senna

 

MotoGP: Quartararo diz que ritmo de corrida não é bom para brigar pela vitória

Artigo anterior

MotoGP: Quartararo diz que ritmo de corrida não é bom para brigar pela vitória

Próximo artigo

MotoGP: Morbidelli vence GP de Teruel após grande domínio

MotoGP: Morbidelli vence GP de Teruel após grande domínio
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Autor Lewis Duncan