MotoGP: Investigação mostra que macacão de Quartararo estava em "estado normal de funcionamento" no GP da Catalunha

Alpinestars divulgou os resultados da investigação inicial sobre a vestimenta do piloto da Yamaha, mas seguirá analisando em sua sede

MotoGP: Investigação mostra que macacão de Quartararo estava em "estado normal de funcionamento" no GP da Catalunha

A grande polêmica do final de semana da MotoGP em Barcelona foi o macacão aberto de Fabio Quartararo nas voltas finais da corrida, que chocou o mundo e levou a uma punição ao francês da Yamaha. E a Alpinestars conduziu uma investigação sobre a vestimenta do piloto, declarando que o macacão estava em "estado normal de funcionamento".

Quartararo terminou o GP com seu macacão aberto e sem seu protetor de peito, resultando em uma punição de três segundos que o jogou para a sexta posição, já tendo perdido a terceira posição devido a uma primeira penalização de três segundos por violar os limites de pista.

Leia também:

Após a corrida, Quartararo disse que não tinha uma explicação para o fato de seu macacão se abrir durante a corrida, e disse que a Alpinestarts estava investigando. Na segunda, o francês concordou que merecia a desclassificação da corrida, já que seu comportamento naquele momento não foi correto, lembrando da morte de Jason Dupasquier.

O regulamento atual da Federação Internacional de Motociclismo determina: "O equipamento deve ser usado corretamente durante todo o tempo das atividades de pista".

A empresa divulgou um comunicado na terça, após uma avaliação inicial, de que eles encontraram "todos os zíperes e fechos funcionando normalmente" e disse que todos os componentes da vestimenta, incluindo o sistema de air bag, estavam intactos.

"Após a corrida de domingo da MotoGP em Barcelona, a equipe de desenvolvimento de corridas da Alpinestars iniciou uma investigação sobre a integridade do macacão de Fabio Quartararo".

"Após uma análise inicial pós-corrida no caminhão do setor de Desenvolvimento de Corridas da Alpinestars, localizado no paddock da MotoGP, a equipe chegou à conclusão de que o macacão apresentava um estado normal de funcionamento, com todos os zíperes e fechos totalmente funcionais".

Fabio Quartararo, Yamaha Factory Racing

Fabio Quartararo, Yamaha Factory Racing

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

"Além disso, todos os componentes do macacão, incluindo o sistema Tech-Air de Airbag, estavam intactos e totalmente funcionais. O sistema de airbag não foi acionado durante a corrida e funcionou como o esperado, já que não houve uma situação de acidente".

"Essa foi apenas uma investigação inicial, que será aprofundada assim que o macacão chegar à sede da Alpinestars, com nosso laboratório conduzindo todos os testes e análises para entender mais sobre a causa".

Após o incidente, o campeão da MotoGP, Joan Mir, que terminou na quinta posição, disse que não sentia que Quartararo merecia ser punido por completar a corrida de macacão aberto, mas sentiu que o modo como ele descartou o protetor peitoral sim deveria levar a uma punição.

"O que vejo como muito perigoso foi ele jogar o protetor fora. É de plástico e isso é perigoso. Há motos chegando por trás a 200 km/h", disse Mir. "Claro, isso é passível de punição. Isso coloca os outros pilotos em perigo".

Johann Zarco, segundo colocado em Barcelona, sentiu que as ações de Quartararo deveriam ter levado a uma desclassificação "por causa de sua segurança". Já Marc Márquez acha que seria "injusto" desclassificar o francês, mas admitir que ele deveria ter abandonado por causa da segurança.

RETA FINAL: Castroneves revela bastidores da Indy 500 e programa aborda caos da F1 em Baku

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Quais os episódios fora da F1 que mais marcaram nossas vidas?

 

compartilhar
comentários
MotoGP: Quartararo admite que deveria ter sido desclassificado por incidente no GP da Catalunha
Artigo anterior

MotoGP: Quartararo admite que deveria ter sido desclassificado por incidente no GP da Catalunha

Próximo artigo

MotoGP: Rodada dupla na Áustria contará com 100% da capacidade de público nas arquibancadas

MotoGP: Rodada dupla na Áustria contará com 100% da capacidade de público nas arquibancadas
Carregar comentários