MotoGP: Planos de equipe de Rossi complicam, apesar de anúncio de acordo

Empresa Tanal Entertainment havia anunciado parceria com VR46 e Aramco para estrear time em 2022

MotoGP: Planos de equipe de Rossi complicam, apesar de anúncio de acordo

Os planos de Valentino Rossi de trazer a sua equipe VR46 para a MotoGP em 2022 deram uma complicada, já que entende-se que nenhum acordo com a Aramco foi alcançado.

Na quarta-feira (28), a Tanal Entertainment - uma empresa saudita pertencente ao príncipe Abdulaziz bin Abdullah Al Suad - anunciou que fechou um acordo com a VR46 e a Aramco para trazer a equipe de Rossi para a categoria rainha da motovelocidade a partir de 2022.

Leia também:

Embora nenhuma declaração oficial de Rossi tenha sido feita, a VR46 confirmou que a notícia estava correta. O comunicado afirmava que o time do piloto seria apoiada pela gigante do petróleo saudita Aramco.

No entanto, as fontes do Autosport disseram que a Aramco afirma não ter conhecimento do negócio.

Quando isso foi mencionado para o nove vezes campeão mundial na quinta-feira (29) antes do GP da Espanha, ele ficou igualmente confuso, enquanto insistiu que o negócio foi fechado.

“Não sei sinceramente”, disse Rossi.

“Sabemos que temos o acordo com a Aramco para formar a equipe e na VR46 todas as pessoas envolvidas estão muito felizes porque trabalhamos muito há mais ou menos 10 anos."

“Começamos da Moto3 no campeonato italiano e chegar a correr na MotoGP para nós é ótimo."

“Muita gente está envolvida no projeto e acho isso bom.

“Mas não sei sinceramente por que a Aramco diz que não sabe.”

Luca Marini rides a VR46-backed Ducati

Luca Marini rides a VR46-backed Ducati

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

O anúncio de quarta-feira atraiu críticas na mídia social, devido ao histórico de direitos humanos da Arábia Saudita.

Com categorias como a Fórmula E, Rally Dakar, Extreme E e Fórmula 1 concordando com a realização de eventos no país, muitos acusaram o regime saudita de lavagem esportiva.

Em entrevista, Rossi contornou a questão sobre os direitos humanos, mas acredita que seu envolvimento poderia lhe permitir melhorar a situação.

“Sim, especialmente a Aramco nos últimos anos apoia muitos esportes diferentes no futebol e também está muito no automobilismo”, disse.

“Também apoia a Fórmula 1. Para nós é um parceiro importante e pode nos ajudar a fazer a equipe na MotoGP."

“E depois do descanso veremos, talvez possamos fazer algo para melhorar a situação. Mas, do nosso ponto de vista, nossa relação é para isso [corrida].”

O italiano insistiu que não falou com os responsáveis ​​pelo acordo, mas garantiu que está "feliz" com ele.

A Tanal Entertainment afirmou que a parceria também funcionaria como parte da Saudi Vision 2030.

Em entrevista à GP One, o CEO do VR46, Albert Telbadi, disse que a ideia de um parque temático VR46 - semelhante ao Ferrari World em Abu Dhabi - na Arábia Saudita já foi cogitada.

F1 2021: 'Guerra' de MOTORES entre Mercedes e Red Bull-Honda e o GP de Portugal | DIRETO DO PADDOCK

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Por que temporada de 2021 promete ser a mais equilibrada dos últimos anos?

 

compartilhar
comentários
MotoGP 2021: Confira horários e como assistir ao GP da Espanha em Jerez com estreia da MotoE

Artigo anterior

MotoGP 2021: Confira horários e como assistir ao GP da Espanha em Jerez com estreia da MotoE

Próximo artigo

MotoGP: Bagnaia supera Quartararo no TL2 e é o mais rápido do dia em Jerez; Márquez é 16º

MotoGP: Bagnaia supera Quartararo no TL2 e é o mais rápido do dia em Jerez; Márquez é 16º
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da Espanha
Pilotos Valentino Rossi
Autor Lewis Duncan