Novo asfalto de Misano poderá trazer recorde da pista na MotoGP

Segundo projetista Jarno Zaffelli, a máxima categoria das motos terão tempos abaixo de 1'32

Novo asfalto de Misano poderá trazer recorde da pista na MotoGP
Pol Espargaro, Tech 3 Yamaha, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team, Danilo Petrucci, Pramac Racing Ducati e Bradley Smith, Tech 3 Yamaha
Dani Pedrosa, Repsol Honda Team, Andrea Dovizioso, Ducati Team, Danilo Petrucci, Pramac Racing Ducati e Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing
Dani Pedrosa, Repsol Honda Team, Danilo Petrucci, Pramac Racing Ducati e Andrea Dovizioso, Ducati Team
Jack Miller e Cal Crutchlow, Team LCR Honda, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team, Danilo Petrucci, Pramac Racing Ducati e Bradley Smith, Tech 3 Yamaha
Marc Marquez, Repsol Honda Team

O autódromo de Misano, na Itália, recebeu novo asfalto em março e, ao que parece, se tornou muito mais rápido para os pilotos de qualquer categoria. O Mundial de Superbike esteve por lá em junho e confirmou os prognósticos, com voltas até sete décimos mais rápidas.

Jarno Zaffelli, chefão da Dromo, que teve que lidar com o trabalho realizado na pista, afirmou que haverá um grande progresso também para a MotoGP, que fará sua etapa no circuito no próximo fim de semana:

"Misano está agora no seu melhor. Não somente a pista, mas todas as intervenções têm melhorado a segurança ativa e passiva."

"Graças ao trabalho realizado por nós, esperamos melhorias nos tempos de volta que podem variar 0,7% e 2,5%, dependendo das condições climáticas e da categoria. A MotoGP pode quebrar a barreira do 1'32", afirmou.

Volta abaixo de 1'32 significaria diminuição de um segundo para o recorde atual de Marc Marquez, de 1:32.915.

compartilhar
comentários
Stoner recusou convite da Honda para correr últimas provas

Artigo anterior

Stoner recusou convite da Honda para correr últimas provas

Próximo artigo

Ducati corre em casa em San Marino: "vencer é o objetivo"

Ducati corre em casa em San Marino: "vencer é o objetivo"
Carregar comentários