MotoGP
23 ago
-
25 ago
Evento encerrado
13 set
-
15 set
Evento encerrado
20 set
-
22 set
Evento encerrado
04 out
-
06 out
Evento encerrado
R
GP do Japão
18 out
-
20 out
Próximo evento em
1 dia
25 out
-
27 out
Próximo evento em
8 dias
R
GP da Malásia
01 nov
-
03 nov
Próximo evento em
15 dias
R
GP de Valência
15 nov
-
17 nov
Próximo evento em
29 dias

Petrucci pode deixar a MotoGP se não for mantido pela Ducati

compartilhar
comentários
Petrucci pode deixar a MotoGP se não for mantido pela Ducati
Por:
Co-autor: Jamie Klein
31 de mai de 2019 11:42

Com contrato até o fim da atual temporada, italiano acha que dificilmente encontrará outro lugar tão bom no grid se sair da equipe vermelha

Segundo colocado no primeiro treino livre para a etapa de Mugello da MotoGP (veja tabela de tempos no fim desta matéria), Danilo Petrucci aceita que sua carreira na categoria possa terminar caso a Ducati opte por não renovar o seu contrato para 2020. O italiano foi promovido à equipe para correr ao lado de Andrea Dovizioso este ano, mas recebeu um acordo incomum de um ano, com a Ducati preferindo manter suas opções abertas para 2020.

Embora o diretor esportivo da escuderia italiana, Paolo Ciabatti, descreveu o primeiro pódio de Petrucci, em Le Mans, como "muito importante", o dirigente também enfatizou que nenhuma decisão sobre a formação do próximo ano será tomada antes do final de junho. E antes da corrida em seu país natal em Mugello, Petrucci disse: “Claramente, ainda não tenho contrato para o ano que vem. Eu estou tentando ganhar e fazer o meu melhor, com calma”.

Leia também:


“Eu gostaria de correr neste time por muitos anos. Se isso não for possível, terei que anotá-lo e talvez fazer outra coisa, também porque não há outras alternativas. Não há outros lugares no grid da MotoGP”, completou.

Petrucci é o único piloto de equipe de fábrica na MotoGP cujo contrato se esgota no final do ano, o que significa que ele não terá outras opções do mesmo patamar a menos que um fabricante opte por rescindir um contrato existente para acomodá-lo.

"Quero fazer o melhor possível e, se a Ducati me disser que não renovará meu contrato para 2020, tudo bem", disse Petrucci. "Se eu não conseguir me sair bem com essa moto, é sinal de que eu não posso fazer melhor com outra, então talvez eu encontre outra coisa para fazer na vida”.

Como confirmado por Ciabatti, o único concorrente de Petrucci para o acordo de 2020 é Jack Miller, da Pramac, que atualmente está em sexto no campeonato, um lugar atrás do italiano na classificação dos pilotos.

Miller tranquilo na Pramac

O australiano não se mostra incomodado com a possibilidade de ficar na sua atual equipe. “Eu não estou muito estressado, para ser honesto. Quer acabemos na moto vermelha ou, potencialmente, permaneçamos onde estamos, estarei feliz”, disse Miller.

“Estou adorando a equipe, tenho um bom suporte da fábrica, tenho boas pessoas ao meu redor, e boa administração também em termos de estrutura na equipe. Então eu não estou muito estressado. Com certeza estamos conversando com as pessoas, dando uma olhada, em termos de outras equipes - mas se eu for à fábrica da Ducati ou ficar onde estou, estarei feliz”.

“Sinto que meu objetivo é fazer outro contrato de um ano, acho que é bom para mim, coloca mais pressão sobre mim e torna o próximo ano ainda mais importante. Definitivamente não quero fazer nada mais do que um contrato de um ano, com certeza”.

Tabela de tempos do treino livre 1 para o GP de Mugello da MotoGP:

Cla # Piloto Moto Voltas Tempo Diferença Intervalo Velocidade Máxima
1 93 Spain Marc Marquez  Honda 20 1'47.558     343
2 9 Italy Danilo Petrucci  Ducati 19 1'47.751 0.193 0.193 348
3 51 Italy Michele Pirro  Ducati 13 1'47.804 0.246 0.053 341
4 20 France Fabio Quartararo  Yamaha 21 1'47.811 0.253 0.007 340
5 41 Spain Aleix Espargaro  Aprilia 10 1'47.812 0.254 0.001 343
6 43 Australia Jack Miller  Ducati 16 1'47.814 0.256 0.002 346
7 30 Japan Takaaki Nakagami  Honda 19 1'47.925 0.367 0.111 338
8 44 Spain Pol Espargaro  KTM 17 1'48.001 0.443 0.076 342
9 35 United Kingdom Cal Crutchlow  Honda 18 1'48.109 0.551 0.108 342
10 4 Italy Andrea Dovizioso  Ducati 18 1'48.214 0.656 0.105 346
11 42 Spain Alex Rins  Suzuki 19 1'48.229 0.671 0.015 350
12 46 Italy Valentino Rossi  Yamaha 18 1'48.356 0.798 0.127 337
13 29 Italy Andrea Iannone  Aprilia 19 1'48.367 0.809 0.011 344
14 12 Spain Maverick Viñales  Yamaha 17 1'48.392 0.834 0.025 336
15 21 Italy Franco Morbidelli  Yamaha 20 1'48.421 0.863 0.029 330
16 17 Czech Republic Karel Abraham  Ducati 18 1'48.427 0.869 0.006 342
17 63 Italy Francesco Bagnaia  Ducati 18 1'48.532 0.974 0.105 338
18 99 Spain Jorge Lorenzo  Honda 19 1'48.550 0.992 0.018 343
19 36 Spain Joan Mir  Suzuki 18 1'48.897 1.339 0.347 341
20 5 France Johann Zarco  KTM 18 1'48.960 1.402 0.063 341
21 53 Spain Tito Rabat  Ducati 18 1'49.216 1.658 0.256 341
22 55 Malaysia Hafizh Syahrin  KTM 16 1'49.857 2.299 0.641 334
23 88 Portugal Miguel Oliveira  KTM 17 1'49.870 2.312 0.013 338
Jack Miller, Pramac Racing

Jack Miller, Pramac Racing

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Próximo artigo
Márquez e Rossi pedem mudanças em pista de Mugello

Artigo anterior

Márquez e Rossi pedem mudanças em pista de Mugello

Próximo artigo

Bagnaia supera Quartararo e lidera segundo treino da MotoGP em Mugello

Bagnaia supera Quartararo e lidera segundo treino da MotoGP em Mugello
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Autor Valentin Khorounzhiy