Rins fratura tornozelo e é dúvida para GP da Argentina

Alex Rins sofre fratura parcial do tornozelo direito durante treinamento; apesar de não precisar de cirurgia, novato da Suzuki é dúvida para o GP da Argentina

Rins fratura tornozelo e é dúvida para GP da Argentina
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Jonas Folger, Monster Yamaha Tech 3, Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Jonas Folger, Monster Yamaha Tech 3, Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Carregar reprodutor de áudio

Alex Rins é dúvida para o GP da Argentina, segunda etapa da temporada 2017 da MotoGP. O espanhol sofreu uma queda enquanto treinava em uma pista de motocross na última quarta-feira, sofrendo uma contusão no tálus, osso que forma o tornozelo.

Exames de imagem feitos em Barcelona encontraram uma pequena fratura na região. Um segundo exame está marcado para a próxima segunda-feira - antes do, em condições normais, voo de Rins para a Argentina.

A Suzuki confirmou a fratura de Rins e disse que o piloto não precisará se submeter a uma cirurgia, com magnoterapia e fisioterapia sendo suficientes para o tratamento na região.

A dúvida sobre a participação ou não de Rins é que osso fraturado sofre bastante estresse em uma moto da MotoGP, já que o espanhol utiliza o freio traseiro.

Não é a primeira vez que Rins sofre um contratempo como piloto da Suzuki: no primeiro dia de testes de pós-temporada, em novembro do ano passado em Valência, o espanhol caiu e sofreu compressão em duas vértebras torácicas.

No GP do Catar, Rins foi o melhor entre os estreantes, vencendo Jonas Folger e terminando a prova em nono lugar.

compartilhar
comentários
Márquez: Esperava Lorenzo mais forte, mas ele vai reagir
Artigo anterior

Márquez: Esperava Lorenzo mais forte, mas ele vai reagir

Próximo artigo

Pilotos da MotoGP pedem que pista do Catar seja recapeada

Pilotos da MotoGP pedem que pista do Catar seja recapeada