MotoGP
18 out
-
20 out
Evento encerrado
25 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
15 nov
-
17 nov
Evento encerrado

Rossi, 40: 8 inspirações para o Doutor que fizeram bonito nas pistas após os 40

compartilhar
comentários
Rossi, 40: 8 inspirações para o Doutor que fizeram bonito nas pistas após os 40
Por:
16 de fev de 2019 14:36

Relembre outros pilotos que assim como Rossi viveram grande fase nas corridas após entrarem na meia-idade

Só de fechar a quarta década de vida fazendo um esporte exigente e perigoso em alto nível como o automobilismo é algo de se admirar. E fazer mais que isso, ganhando corridas e sendo campeão nos campeonatos mais difíceis do mundo, é para poucos.

Valentino Rossi chega aos 40 neste sábado torcendo para se juntar a essa lista seleta de pilotos que fizeram bonito nas pistas com essa idade. Será que o décimo título mundial do Doutor ainda pode acontecer? É difícil, mas a história do esporte afirma que é possível, sim.

Relembre oito quarentões velozes:

Galeria
Lista

Emerson Fittipaldi

Emerson Fittipaldi
1/8

Foto de: Ron McQueeney - IMS

Após se sagrar campeão de Fórmula 1 com 25 e 27 anos de idade em 1972 e 1974, Emerson Fittipaldi se dedicou de 1976 até 1982 (até 1980 como piloto) à equipe Copersucar, que lhe rendeu poucos frutos e várias dívidas. Com a falência do time, em 1984, aos 37 anos, Emerson passou a se aventurar na Indy. Ele conquistou 20 de suas 22 vitórias acima dos 40, vencendo a Indy 500 aos 42 e aos 46 anos de idade e ganhando também o campeonato da Indy aos 42. Ele parou de correr profissionalmente em 1996, aos 49 anos.

Nigel Mansell

Nigel Mansell
2/8

Foto de: Sutton Motorsport Images

Campeão da Fórmula 1 aos 39 anos de idade em 1992, Nigel Mansell migrou para os EUA após conquistar o mundo a bordo de sua Williams “de outro planeta”. Na Indy, aos 40 anos, ele venceu cinco provas nas 16 do calendário e se sagrou campeão com uma corrida de antecedência mesmo não tendo corrido a etapa de Phoenix devido a um acidente nos treinos. Ele seguiu na Indy em 1994, mas um equipamento pouco competitivo fez Mansell perder o interesse na categoria. Ao fim da temporada da Indy, ele retornou à F1 e conquistou sua última de 31 vitórias na Austrália aos 41 anos com a Williams na qual Ayrton Senna perdeu sua vida.

Max Biaggi

Max Biaggi
3/8

Foto de: Fabrice Crosnier

O maior rival de Rossi no início de sua carreira na MotoGP mostrou no início desta década que mesmo depois dos 40 os pilotos têm lenha para queimar. Depois de estrear no Mundial de Superbike em 2007, ele se tornou campeão pela primeira vez em 2010, aos 39 anos de idade, e ainda repetiu a dose em 2012, aos 41, garantindo o bi por apenas 0,5 ponto. Depois de conseguir este campeonato, Biaggi – que já havia sido tetracampeão de 250cc entre 1994 e 1997 – se aposentou. Entretanto, ele ainda retornou à Superbike em 2015 para duas etapas, em Misano e na Malásia (onde conseguiu um pódio aos 44).

Carlos Sainz

Carlos Sainz
4/8

Foto de: Peugeot Sport

Ele ainda faz bonito. Mas não é em uma pista. Após ser bicampeão mundial de rali em 1990 e 1992, Sainz chegou aos 40 ainda no WRC. Ele não venceu nenhum campeonato após se tornar quadragenário, mas ganhou três ralis e garantiu dois terceiros lugares no campeonato. Após a saída do WRC, ele ganhou duas vezes o Dakar, a primeira em 2010 com a Volkswagen – aos 47 anos – e a segunda em 2018 com a Peugeot, aos 55 anos.

Mario Andretti

Mario Andretti
5/8

Foto de: Sutton Motorsport Images

Tricampeão da USAC (correspondente à Indy) e campeão da Fórmula 1, Mario Andretti foi bastante ativo após seus 40 anos, em 1980. Ele foi o campeão da Indy em 1984 com 44 anos, mas não sem antes subir ao pódio do GP da Itália de 1982 da F1 com uma Ferrari aos 42. Em 1987 ele marcou a pole para a Indy 500 aos 47. Ele ainda venceria sua última corrida na Indy em 1993, aos 53 anos de idade, e pararia um ano depois, aos 54.

Juan Manuel Fangio

Juan Manuel Fangio
6/8

Foto de: Bernard Cahier / The Cahier Archive

Em outros tempos do esporte a motor, o argentino Juan Manuel Fangio se tornou o maior campeão de seu tempo conquistando todos os seus cinco títulos mundiais de Fórmula 1 com mais de 40 anos de idade. Conseguindo seu último campeonato em 1957, o argentino é até hoje o campeão mais velho da F1 com 46 anos e 41 dias,. Ele também é o terceiro vencedor mais velho, com a mesma idade.

Jack Brabham, Brabham BT19

Jack Brabham, Brabham BT19
7/8

Foto de: LAT Images

Eis que depois de se sagrar bicampeão mundial de Fórmula 1 nos anos de 1959 e 1960 com a BRM, o australiano Jack Brabham mostrou que ser quarentão não lhe tirou o ímpeto. Em 1966, depois de quatro temporadas de aprendizado com sua equipe, ele se sagrou tricampeão mundial de Fórmula 1 com quatro vitórias em nove corridas com um carro de sua criação. Um ano depois, aos 41, ele viu seu companheiro na equipe Brabham, o neozelandês Denny Hulme, sendo campeão. Na ocasião, Jack não fez feio e ficou com o vice, ganhando suas últimas duas provas na carreira.

AJ Foyt

AJ Foyt
8/8

Foto de: Michael L. Levitt LAT Photo USA

Lenda do automobilismo norte-americano, AJ Foyt conquistou cinco títulos da USAC e venceu três Indy 500 antes de chegar aos 40. Como quadragenário, ele venceu uma vez em Indianápolis (1975) e foi duas vezes mais campeão da USAC (1975 e 1979). A última corrida de AJ foi a Indy 500 de 1992, quando tinha 57 anos de idade.

Próximo artigo
Rossi: Títulos perdidos me motivaram a competir até os 40

Artigo anterior

Rossi: Títulos perdidos me motivaram a competir até os 40

Próximo artigo

Hamilton, Kimi, Maradona e Djokovic: As homenagens a Rossi no aniversário

Hamilton, Kimi, Maradona e Djokovic: As homenagens a Rossi no aniversário
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Autor Gabriel Lima