Rossi: "preciso de mais tempo" para acertar traseira da moto

Após primeira sessão com pista molhada, na qual não registrou volta rápida, Valentino Rossi revela que precisa de mais tempo para resolver problema de falta de aderência na traseira da M1

Rossi: "preciso de mais tempo" para acertar traseira da moto
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Carregar reprodutor de áudio

As sextas-feiras têm sido de adaptação para Valentino Rossi nos últimos tempos e no primeiro dia de treinos livres para o GP da Itália, em Mugello, não foi diferente. Sem registrar tempo no primeiro treino livre, que teve pista molhada, o piloto da Yamaha foi o sexto mais veloz na segunda sessão, a 0s644 de Andrea Iannone, o mais rápido da sexta.

Em relação aos rivais diretos na disputa pelo campeonato, a diferença foi relativamente menor: Rossi ficou a pouco menos de 0s2 de Jorge Lorenzo, o segundo colocado nesta sexta, e a exatos 0s005 de Marc Márquez, quinto mais veloz do dia. No entanto, Rossi não se mostrou satisfeito com o equilíbrio da M1.

“Infelizmente, não estamos com o equilíbrio ideal. Preciso de mais tempo, então vamos esperar até a manhã de sábado para tentar algo diferente. O lado positivo é que, mesmo que eu tenha terminado em sexto, não fiquei distante do segundo colocado. Iannone é quem fez uma volta muito boa", observou.

“Ao mesmo tempo, os dez primeiros ficaram muito perto uns dos outros. Então precisamos buscar melhorias, especialmente na segunda metade do circuito", afirmou Rossi, que explicou as dificuldades no trecho final da pista.

“Sofri mais no quarto setor, mas no terceiro também tive problemas. Eu não me senti bem porque não acho que esteja aproveitando todo o potencial da moto. Mas no último setor eu nunca fui bem mesmo, durante toda a minha carreira", revelou.

“Falta-me aderência na traseira, preciso esperar muito para poder abrir o acelerador, especialmente na saída da última curva. Precisamos melhorar o equilíbrio para sermos capazes de levar a moto ao limite", completou.

compartilhar
comentários
Em sexta-feira chuvosa, Iannone é o mais rápido em Mugello
Artigo anterior

Em sexta-feira chuvosa, Iannone é o mais rápido em Mugello

Próximo artigo

Rabat é vetado de corrida em Mugello após contusão

Rabat é vetado de corrida em Mugello após contusão