Schwantz: MotoGP está melhor agora do que na minha época

Lenda do esporte diz que campeonato atual dá a quase todos os pilotos a oportunidade de vencer

Schwantz: MotoGP está melhor agora do que na minha época
Wayne Rainey, Yamaha, Kevin Schwantz, Suzuki
Wayne Rainey, Yamaha, Kevin Schwantz, Suzuki
Wayne Rainey, Yamaha, Kevin Schwantz, Suzuki
Kevin Schwantz, Alex Rins, Team Suzuki MotoGP get well soon
Kenny Roberts Jr., Kevin Schwantz, Honour lap
Kevin Schwantz
Kevin Schwantz
Kevin Schwantz
Kevin Schwantz
Carregar reprodutor de áudio

Kevin Schwantz foi piloto do mundial de motovelocidade em tempo integral de 1988 até sua aposentadoria, em 1995, um período que muitos consideram ser o auge das 500cc.

O norte-americano passou pela Suzuki ao longo de sua carreira e ganhou o título de 1993, o primeiro desde que Franco Uncini venceu o campeonato de 1982 pela fabricante japonesa.

Com sua era dominada em grande parte pela Yamaha e a Honda, Schwantz diz que acredita que a MotoGP atual é um produto mais agradável para os fãs, devido à sua competitividade.

"Acho que a MotoGP agora é melhor sob o ponto de vista dos fãs", disse Schwantz. "Qualquer moto tem capacidade, talvez não a KTM ainda, mas parece que todos têm a oportunidade de estar à frente."

"Não sei se a Aprilia fez progresso ou não, ou se é apenas Aleix andando tudo bem, mas todas as Ducatis, [Alvaro] Bautista, [Hector] Barbera, Petrucci, [Loris] Baz...

"Quero dizer, todo mundo tem a oportunidade de andar na frente em algum momento ou outro durante a temporada. Isso para mim é bom, deixa as corridas muito mais excitantes."

Competitividade = erros

Os comentários de Schwantz são confirmados por um campeonato bem sucedido, com os quatro melhores pilotos separados por apenas 10 pontos na metade da temporada.

Isso foi causado em parte por quase todos os líderes terem dias ruins durante as primeiras nove corridas.

"Para ter um campeonato tão apertado no topo, todo mundo cometeu pelo menos um erro, estou entusiasmado com o que a segunda metade da temporada vai trazer", disse Schwantz.

"Para mim, ver uma corrida em Sachsenring, que apenas dois segundos separam o pelotão da frente com o de trás... se você cometer um pequeno erro, você poderia ser o 15º facilmente.

"Acho que é por isso que você vê os caras na frente cometerem tantos erros, porque estão sob pressão a cada volta."

compartilhar
comentários
Crutchlow quer MotoGP em Donington: “Silverstone é chato”
Artigo anterior

Crutchlow quer MotoGP em Donington: “Silverstone é chato”

Próximo artigo

Iannone comenta fase e cita Lorenzo: "Eu seria mais barato"

Iannone comenta fase e cita Lorenzo: "Eu seria mais barato"