Suzuki: Iannone foi dispensado por motivos de “negócios”

Chefe da Suzuki na MotoGP, Davide Brivio esclareceu que Andrea Iannone foi dispensado para 2019 foi motivos de “negócios” após o italiano falar sobre o caso.

Suzuki: Iannone foi dispensado por motivos de “negócios”

Depois de terminar em segundo em Phillip Island, Iannone enfatizou ssua contribuição pessoal para a evolução Suzuki na temporada de 2018.

Com base nisso, o piloto disse que “nunca irá entender” por que a Suzuki optou por substituí-lo pelo novato Joan Mir para 2019.

Iannone, que irá para a Aprilia na próxima temporada, sofreu uma queda na corrida seguinte, em Sepang, quando disse que teve uma “reação instintiva” à escorregada de Marc Márquez à sua frente.

Alex Rins, enquanto isso, igualou o segundo lugar de Iannone, o que deu ao espanhol uma vantagem de 16 pontos na tabela.

Questionado sobre as falas de Iannone, Brivio disse que a Suzuki explicou sua decisão claramente ao piloto.

“Quando decidimos romper, falamos com Andrea e explicamos nossas razões”, disse, em entrevista ao Motorsport.com.

“É uma estratégia de negócios. Quando se trata de escolher pilotos, a Suzuki olha além dos resultados. Outros parâmetros são importantes, como, por exemplo, os pré-requisitos de imagem. Explicamos isso para ele.”

Brivio sente que os comentários de Iannone são frutos de frustração por deixar a Suzuki após ter boas performances com a GSX-RR, já que Phillip Island foi seu quarto pódio no ano.

“Ele estava decepcionado porque não pôde renovar conosco, e suas palavras são apenas questão de frustração”, disse. “Estas palavras estão baseadas na desilusão. De agora em diante, cada um poderá escolher a forma como quer expressar seus sentimentos.”

Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP

Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

compartilhar
comentários
Rabat retorna às pistas e mira competir em Valência
Artigo anterior

Rabat retorna às pistas e mira competir em Valência

Próximo artigo

Sete Gibernau sai de aposentadoria para correr na MotoE

Sete Gibernau sai de aposentadoria para correr na MotoE
Carregar comentários