MotoGP
23 ago
-
25 ago
Evento encerrado
13 set
-
15 set
Evento encerrado
20 set
-
22 set
Evento encerrado
04 out
-
06 out
Evento encerrado
R
GP do Japão
18 out
-
20 out
Próximo evento em
4 dias
25 out
-
27 out
Próximo evento em
11 dias
R
GP da Malásia
01 nov
-
03 nov
Próximo evento em
18 dias
R
GP de Valência
15 nov
-
17 nov
Próximo evento em
32 dias

Suzuki segue Honda e cria departamento específico para competições

compartilhar
comentários
Suzuki segue Honda e cria departamento específico para competições
Por:
15 de fev de 2019 22:00

A Suzuki seguiu o exemplo da rival na MotoGP Honda ao criar seu próprio departamento designado às competições a motor, a Suzuki Racing Company.

A SRC, uma nova concorrente da Honda Racing Corporation, será uma divisão independente, com seu próprio orçamento.

Sua criação tem como plano dar à equipe Suzuki maior autonomia na gestão de seus recursos.

Até agora, qualquer pedido feito pela equipe, baseada em Milão, deveria ser encaminhado à sede da fabricante, em Hamamatsu, quando a alta cúpula da Suzuki tomaria uma decisão.

Isso era visto como uma desvantagem para o time, já que as decisões levavam mais tempo para serem tomadas do que o ideal.

Além da MotoGP, a SRC irá supervisionar os outros programas esportivos da marca, como o Campeonato Mundial de Endurance, além da MotoAmerica, quando tem uma equipe de fábrica e venceu o título de 2017 com Toni Elias.

Ainda não se sabe se a nova estrutura permitirá que a Suzuki acrescente uma equipe satélite na principal categoria.

A ideia de fornecer uma equipe privada com a GSX-RR é cogitada há tempos, mas a fabricante decidiu contra a expansão – apesar de um acordo com a Marc VDS que parecia provável.

Davide Brivio, líder da operação, confirmou no fim de 2018 que uma equipe satélite ainda era meta e que a prioridade para seus preparativos na MotoGP foram ajudados pelo forte desempenho na temporada, quando Alex Rins e Andrea Iannone obtiveram nove pódios.

A Suzuki realizou um teste encorajador na pré-temporada em Sepang com o estreante Joan Mir e Rins – que afirmou que ficou boquiaberto com o ritmo “incrível” de corrida.

 

Próximo artigo
KTM critica atitude “baixa” da Honda em demissão de Pedrosa

Artigo anterior

KTM critica atitude “baixa” da Honda em demissão de Pedrosa

Próximo artigo

Rossi, 40: Relembre a carreira do Doutor no mundial moto a moto

Rossi, 40: Relembre a carreira do Doutor no mundial moto a moto
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Equipes Team Suzuki Ecstar MotoGP
Autor Oriol Puigdemont