MotoGP
14 ago
Evento encerrado
21 ago
Evento encerrado
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
Canceled
15 out
Próximo evento em
22 dias
R
GP de Aragón
16 out
Próximo evento em
23 dias
R
GP de Teruel
23 out
Próximo evento em
30 dias
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
R
GP da Malásia
29 out
Canceled
R
GP da Europa
06 nov
Próximo evento em
44 dias
R
GP de Valência
13 nov
Próximo evento em
51 dias
R
GP de Portugal
20 nov
Próximo evento em
58 dias

Tito Rabat deixa hospital após acidente em Silverstone

compartilhar
comentários
Tito Rabat deixa hospital após acidente em Silverstone
Por:

Piloto espanhol sai de hospital em Barcelona e inicia nova fase de seu tratamento para retornar ao Mundial de Motovelocidade

Depois de quase um mês no Hospital Universitário Dexeus, em Barcelona, ​Tito ​Rabat voltou hoje para casa para continuar sua recuperação após seu forte acidente na Inglaterra.

Rabat sofreu uma queda durante TL4 do GP da Grã-Bretanha, e depois foi atingido pela moto de Morbidelli. Isso lhe rendeu uma fratura tripla do fêmur, tíbia e fíbula. O catalão foi evacuado de helicóptero para o Hospital Universitário de Coventry e Warwickshire, onde foi operado na mesma noite.

Depois de quase uma semana internado lá, ele foi levado em um avião para o Hospital Dexeus, em Barcelona, ​​onde os médicos Ángel Charte, Xavier Mir e Ignacio Ginebreda têm acompanhado de perto sua evolução. Rabat permaneceu internado desde o último dia 31 de agosto até hoje, quando finalmente conseguiu sair do centro médico com suas próprias forças acompanhado de muletas.

"Deixo o hospital e inicio a segunda fase da recuperação em casa. Muito obrigado aos médicos Charte e Ginebreda e ao Hospital Universitário Dexeus por cuidar", escreveu Rabat em seus perfis de redes sociais.

Desde o primeiro momento, tanto o piloto como os médicos tentaram reduzir ao máximo os prazos para sua volta, e embora o desejo de Rabat fosse correr na próxima semana na Tailândia, os médicos o desencorajaram.

O francês Christophe Ponsson substituiu Rabat em San Marino e, após as críticas, Jordi Torres ficou encarregado de levar a segunda Ducati da Avintia no final de semana passado em Aragón. Resta confirmar quem vai guiar a Desmosedici em Buriram.

 

 

25 anos: Barros relembra 1ª vitória brasileira na MotoGP

Artigo anterior

25 anos: Barros relembra 1ª vitória brasileira na MotoGP

Próximo artigo

Lorenzo: Ducati preferiu ter Dovi e um piloto mais barato

Lorenzo: Ducati preferiu ter Dovi e um piloto mais barato
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Tito Rabat
Autor Carlos Guil Iglesias