MotoGP
15 out
Evento encerrado
16 out
Evento encerrado
23 out
Evento encerrado
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
R
GP da Malásia
29 out
Canceled
R
GP da Europa
06 nov
Próximo evento em
7 dias
R
GP de Valência
13 nov
Próximo evento em
14 dias
R
GP de Portugal
20 nov
Próximo evento em
21 dias

Yamaha quer desafiar domínio de Márquez na MotoGP: "As estrelas estão alinhadas com ele, mas tudo tem um final"

compartilhar
comentários
Yamaha quer desafiar domínio de Márquez na MotoGP: "As estrelas estão alinhadas com ele, mas tudo tem um final"
Por:

Lin Jarvis espera que, com a chegada de Quartararo à equipe oficial da Yamaha, a montadora possa quebrar o domínio de Márquez

Desde a sua chegada à MotoGP, Marc Márquez tem exercido um domínio pouco visto antes no esporte a motor. Campeão já em seu ano de estreia, 2013, o espanhol só não foi campeão em 2015 e já acumula seis títulos. Mas todo período de domínio tem um final e o chefe da Yamaha espera que seus pilotos sejam capazes de quebrar o domínio.

Lin Jarvis, que comanda os trabalhos da Yamaha na categora está muito feliz após a limpa da montadora no pódio do GP da Andaluzia, a primeira vez em seis anos, desde que Valentino Rossi, Jorge Lorenzo e Bradley Smith fechavam o pódio na Austrália em 2014.

Leia também:

A Yamaha se aproxima de uma época de mudanças, com a saída de Rossi da equipe oficial, mas que logo deve ser confirmado na Petronas ao lado de Franco Morbidelli. Enquanto isso, Fabio Quartararo e Maverick Viñales formarão a dupla na equipe principal.

Para Jarvis, a promoção de Quartararo à equipe oficial ao lado de Viñales permitirá à montadora aumentar a pressão sobre o hexacampeão, cuja superioridade foi demonstrada com o domínio nos últimos sete anos.

"Márquez é o único que pode tirar o melhor da Honda; ele tem muito talento, está em ótima forma e é tremendamente motivado. Atualmente, todas as estrelas estão alinhadas nele, está na zona, mas tudo tem um final e nossa missão é que nossos pilotos colem nele", disse Jarvis ao podcast oficial da MotoGP.

O britânico não tem problema em reconhecer a ascensão meteórica de Quartararo na categoria desde a sua estreia no ano passado, surpreendendo o resto do paddock.

"A decisão foi da equipe [Petronas], mas logo pudemos ver o acerto da decisão. É um pouco como foi com Marc".

Jarvis teve um papel chave na contratação de Viñales em 2017, vindo da Suzuki e, apesar do espanhol não ter conseguido se colocar como rival direto de Márquez, ele está convencido que, com os ingredientes certos e a tranquilidade necessária, ele tem potencial para ser campeão.

"Maverick tem muito potencial. Se ele puder manter a consistência e o pensamento positivo. As vezes se perde um pouco, mas tem muita qualidade. Se ele ficar na sua zona de conforto, tem capacidade de conquistar o título".

"Não excluam Márquez da luta ainda"

Após uma tentativa de voltar ao grid já no GP da Andaluzia, Marc Márquez preferiu ficar de fora da corrida devido a dores do braço, tendo sofrido uma fratura no braço direito no GP da Espanha. Com isso, o hexacampeão ainda não tem pontos na temporada até agora, ficando 50 pontos atrás de Quartararo na ponta.

Espera-se a volta do espanhol já no GP da República Tcheca, em Brno, na próxima semana e, para o piloto da Ducati Andrea Dovizioso, Márquez ainda não pode ser excluído da luta pelo título, principalmente devido aos problemas de motor que a Yamaha teve em Jerez.

"Temos que ver em que condições Marc irá à Brno, se poderá dar 100% ou se terá limitações, porque isso pode pesar muito", disse. "Em sua carreira, ele cometeu erros apenas em uma temporada, 2015. Se você olhar para seus números, quando ele tem um objetivo em mente, ele erra menos".

"De primeira, eu achei que ele não teria condições de lutar pelo título, mas acho que ele tem chances, principalmente porque precisamos ver como que a Yamaha irá lidar com esses problemas de motor".

"É verdade que Quartararo tem 50 pontos e ele será rápido em todas as pistas, mas nesse tipo de campeonato, acho que tudo ainda está muito aberto".

TELEMETRIA: Barrichello relembra 20 anos da primeira vitória na F1

PODCAST: Bastidores do futuro do GP do Brasil e ambientes de F1 favoritos de Reginaldo Leme

 

MotoGP: Chefe da Petronas elogia Rossi após pódio e afirma que não há mais preocupações sobre ter italiano na equipe

Artigo anterior

MotoGP: Chefe da Petronas elogia Rossi após pódio e afirma que não há mais preocupações sobre ter italiano na equipe

Próximo artigo

MotoGP cancela etapas da Argentina, Tailândia e Malásia e deve acrescentar Portugal ao calendário

MotoGP cancela etapas da Argentina, Tailândia e Malásia e deve acrescentar Portugal ao calendário
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Autor Oriol Puigdemont