Paulão celebra título do filho: “sensação maravilhosa”

Primeiro campeão da Stock Car a ver o filho repetindo a façanha, Paulo Gomes revela tensão após batida na primeira volta

Paulão celebra título do filho: “sensação maravilhosa”
Marcos Gomes, William Lube e Felipe Fraga comemoram
Marcos Gomes
Marcos Gomes comemora pole ao lado de seu pai, Paulo Gomes
Voxx comemora títulos na Stock Car
Marcos Gomes
Gomes e Fraga
Paulo Gomes celebra com Marcos Gomes
Marcos Gomes no pódio em Campo Grande
Marcos Gomes
Marcos Gomes em Cascavel
Carregar reprodutor de áudio

Um ano de resultados consistentes por parte de Marcos Gomes quase foi em vão. Todo o trabalho de 2015 foi posto em risco em um final de semana recheado de imprevistos enfrentado pelo piloto natural de Ribeirão Preto (SP).

Na sexta-feira, foi um motor quebrado. No sábado, a chuva que teimou em cair justamente no momento em que entrou na pista, o fazendo sair apenas de 27º. E finalmente, no domingo, um toque entre Rafael Suzuki e Rubens Barrichello jogou Max Wilson para fora e com ele o próprio Marquinhos.

O piloto da Voxx bateu, mas ainda retornou aos pits para reparar seu carro. Seu título ficaria difícil, em situação normal, porém Cacá Bueno, saindo em 26º, também teve seu dia arruinado por um toque na traseira de Gustavo Lima. O capô do pentacampeão ficou solto e atrapalhou o resto de sua prova.

Após a confirmação do título, o pai de Marcos Gomes, Paulão, campeão da Stock Car em 1979 (primeiro campeonato da categoria), 1983, 1984 e 1995, revelou ao MOTORSPORT.COM que ficou nervoso após o acidente, mas destacou o grande sentimento de satisfação e orgulho ao ver o filho campeão 20 anos após seu último título.

“A sensação é maravilhosa, fora de série. É com certeza muito mais emocionante do que quando eu ganhava os campeonatos. Muito mais”, afirmou. “É muito mais difícil ser pai de piloto.”

“O momento da batida foi muito difícil. Até sabermos o que iria acontecer, foi super complicado. Mas aí percebi que o Cacá havia batido também, que havia ido para os boxes. Eu também reparei depois do safety car que ele não estava virando tempos bons.”

“Depois disso fiquei mais tranquilo, mas sempre é muita pressão. O Marcos teve que ficar parado por umas três ou quatro voltas no box consertando o carro. Mas, graças a Deus, deu tudo certo.”

Questionado se via o filho mais nervoso após a classificação no molhado deste sábado, Paulão negou. “Não. O nervosismo que ele estava de ontem para hoje era o nervosismo natural de quem disputa o campeonato”, falou.

“Nada excessivo. Eu ainda o tranquilizei também, falei: ‘filho, você fez uma grande temporada, mas se tiver um problema, paciência’.”

Pelo ano, Paulo acredita que o título de Marcos tenha sido o final mais justo para a temporada.

“Eu acho que o Marcos merecia o título pelo campeonato que ele fez. É, ganhamos”, comemorou emocionado.

“Foi uma ótima temporada. A equipe é muito boa. Você sabe, na Stock Car é sempre muito difícil. Os primeiros são muito competitivos. Não é fácil ganhar aqui, mas ele casou muito com o time, com o engenheiro, com o patrocinador e todo mundo, então daria para ganhar mais uma meia dúzia aí”, ainda brincou.

Campeã entre equipes, a Voxx continua com a dupla Marcos Gomes e Felipe Fraga em 2016.

compartilhar
comentários
Após vencer, Átila Abreu já pensa em título na Shell em 2016
Artigo anterior

Após vencer, Átila Abreu já pensa em título na Shell em 2016

Próximo artigo

Cacá: "errado foi não ter participado de duas corridas"

Cacá: "errado foi não ter participado de duas corridas"
Carregar comentários