Com Covid, Djalma Fogaça tem alta, mas piora e volta a ser internado

compartilhar
comentários
Com Covid, Djalma Fogaça tem alta, mas piora e volta a ser internado
Por:

Após passar uma semana no hospital, o 'Monstro' foi para casa nesta segunda-feira, mas seguiu se sentindo mal

"Meus amigos, orem por mim porque estou lutando pela minha vida. Me ajude com sua oração", escreveu Djalma Fogaça. Foi assim que o 'Monstro' informou aos fãs que voltou a um hospital, na noite desta segunda-feira, após dias de internação em função de contágio pelo coronavírus. Horas antes, o piloto e dono de equipe da Copa Truck havia recebido alta, mas seu quadro piorou e o ícone do automobilismo brasileiro precisou voltar à unidade hospitalar.

O editor recomenda:

A primeira passagem durou uma semana. Fogaça foi para o Hospital Samaritano de Sorocaba após a etapa de Cascavel da Copa Truck. Ele foi internado na segunda-feira da semana passada e permaneceu na unidade até ontem. No sábado, compartilhou um relato em vídeo para fãs:

 

"É louco. Vocês não têm ideia. Cada pessoa reage de uma maneira. Eu, graças a deus, não precisei nem pôr oxigênio, mas sofri aqui que nem um cachorro. Toda hora entram aqui para colher material. Estou todo picado, barriga toda picado, os braços todos picados", disse ele.

"Toda hora eles falam que eu estou bem, mas eu não me sinto bem, nada. Hora nenhuma eu me sinto bem. É complicado... Dois dias atrás, me deu uma síndrome do pânico, coisa que eu jamais esperava que eu ia ter um dia. E posso dizer que é a coisa mais terrível que tem."

"Por pouco não peguei minhas coisas eu fui embora. Não sei mais nada. Mas respeitem a doença. Eu fiz exame e tinha dado negativo... Muitas vezes, as pessoas têm saudades da gente. Você vai cumprimentar com o 'soquinho' e a pessoa fala: 'Que soquinho nada, Fulano! Aqui tá todo mundo sem Covid, todo mundo fez exame, pára com essa frescura de soquinho'. E aí deu no que deu. A única coisa que eu preciso é de oração. Um abraço, fiquem com Deus", afirmou.

Nova internação

Após a alta nesta segunda, Fogaça continuou se sentindo mal. O filho de Djalma, Fabinho, que corre na Copa Truck, explicou: "A gente ficou preocupado, levou ele para outro hospital, fez novos exames, e foi decidido colocá-lo na UTI. O [funcionamento do] pulmão está em um pouco mais do que 50%. Há pequenas alterações no exame de sangue, mas nada muito absurdo. Então ele vai ficar lá, com auxílio de cateter com oxigênio para estar respirando."

"Ainda está bem distante de um pior cenário. A gente não sabe qual é a evolução desta doença, mas estamos todos muito confiantes. Para gente, está muito difícil, porque, além dos sintomas físicos que ele está enfrentando, a parte psicológica e mental está muito abalada."

"Está sendo muito duro, porque a gente não conhece esse lado dele. Ele está totalmente derrotado, entregue, num estágio que não dá para estar. A gente está tentando motivar de alguma maneira, mas está difícil. Mas vamos torcer para que esse pesadelo passe logo."

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Hamilton 'DÁ O TROCO' em Stewart e cia e elege o momento de maior 'DRAMA' de sua carreira na F1

PODCAST: A F1 perde força com a saída da Honda?

 

.

Iveco Usual Racing espera repetir sequência de pódios em Cascavel

Artigo anterior

Iveco Usual Racing espera repetir sequência de pódios em Cascavel

Próximo artigo

Iveco Usual Racing espera manter sequência de pódios em pista inédita para equipe

Iveco Usual Racing espera manter sequência de pódios em pista inédita para equipe
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Other truck
Autor Redação Motorsport.com