Em pista desfavorável, Senna busca manter liderança em Spa

Brasileiro que venceu na abertura do WEC pela classe LMP2 em Silverstone, tenta sair da Bélgica com a manutenção da liderança do campeonato

Em pista desfavorável, Senna busca manter liderança em Spa
#43 RGR Sport by Morand Ligier JSP2 - Nissan: Ricardo Gonzalez, Filipe Albuquerque, Bruno Senna
#43 RGR Sport by Morand Ligier JSP2 - Nissan: Ricardo Gonzalez, Filipe Albuquerque, Bruno Senna
#43 RGR Sport by Morand Ligier JSP2 - Nissan: Ricardo Gonzalez, Filipe Albuquerque, Bruno Senna
#43 RGR Sport by Morand Ligier JSP2 - Nissan: Ricardo Gonzalez, Filipe Albuquerque, Bruno Senna
Bruno Senna, Ricardo González e Filipe Albuquerque comemoram vitória nas 6 horas de Silverstone
Bruno Senna exibe troféu de vencedor das 6 Horas de Silverstone na LMP2
Carregar reprodutor de áudio

Mais do que tentar repetir a vitória de Silverstone na abertura do WEC de 2016, o brasileiro Bruno Senna aponta que o objetivo maior é a manutenção da liderança da classe LMP2 em Spa-Francorchamps, na Bélgica.

Bruno terá ao seu lado o português Filipe Albuquerque e o mexicano Ricardo Gonzalez. Os três sabem das dificuldades do traçado que, para o piloto brasileiro, não é favorável.

"Os Oreca são mais rápidos em pistas com retas longas, como será o caso neste fim de semana. Mas temos ferramentas para neutralizar essa desvantagem e vamos utilizá-las se necessário", explicou Bruno, que pilota um Ligier JS P2-Nissan.

O êxito em Silverstone foi mais do que esperado, dada as circunstâncias que o próprio piloto coloca.

"A pré-temporada foi um tanto curta, principalmente considerando que este é o primeiro ano da equipe e não conseguimos acertar o carro como desejávamos."

"Mesmo assim, fomos competitivos logo de cara, fazendo uma corrida sem erros e com um bom ritmo. Mas a competição está muito forte, o que significa que o trabalho de desenvolvimento tem de continuar", lembrou.

compartilhar
comentários
Porsche: sem pressa para substituir diretor técnico
Artigo anterior

Porsche: sem pressa para substituir diretor técnico

Próximo artigo

Nelsinho: 6 Horas de Spa é "último teste para Le Mans"

Nelsinho: 6 Horas de Spa é "último teste para Le Mans"