Fórmula 1
05 set
-
08 set
Evento encerrado
19 set
-
22 set
Treino Livre 3 em
11 Horas
:
39 Minutos
:
39 Segundos
MotoGP
13 set
-
15 set
Evento encerrado
IndyCar
30 ago
-
01 set
Evento encerrado
20 set
-
22 set
Evento encerrado
NASCAR Cup
13 set
-
15 set
Evento encerrado
19 set
-
21 set
Evento em andamento . . .
Stock Car Brasil
13 set
-
15 set
Evento encerrado
18 out
-
20 out
Próximo evento em
27 dias

Para di Grassi, altitude aumenta imprevisibilidade no México

compartilhar
comentários
Para di Grassi, altitude aumenta imprevisibilidade no México
Por:
11 de ago de 2016 18:30

Lucas di Grassi acredita que o fato de as 6 Horas do México serem realizadas em um local de altitude elevada fará com que prova seja ainda mais interessante

#1 Porsche Team Porsche 919 Hybrid: Timo Bernhard, Mark Webber, Brendon Hartley, #2 Porsche Team Porsche 919 Hybrid: Romain Dumas, Neel Jani, Marc Lieb, #8 Audi Sport Team Joest Audi R18 e-tron quattro: Lucas di Grassi, Loic Duval, Oliver Jarvis
#8 Audi Sport Team Joest Audi R18 e-tron quattro: Lucas di Grassi, Loic Duval, Oliver Jarvis
#8 Audi Sport Team Joest Audi R18 e-tron quattro: Lucas di Grassi, Loic Duval, Oliver Jarvis
#8 Audi Sport Team Joest Audi R18 e-tron quattro: Lucas di Grassi, Loic Duval, Oliver Jarvis
#8 Audi Sport Team Joest Audi R18 e-tron quattro: Lucas di Grassi, Loic Duval, Oliver Jarvis
#8 Audi Sport Team Joest Audi R18 e-tron quattro: Lucas di Grassi, Loic Duval, Oliver Jarvis

A próxima etapa do Mundial de Endurance acontece só no próximo mês - no dia 3 de setembro, para ser exato. As 6 Horas do México estreiam no calendário do WEC e trazem um elemento que pode modificar a relação de forças na prova e já desperta a curiosidade dos pilotos: a altitude.

O circuito Hermanos Rodriguez fica na Cidade do México, a 2.285 metros do nível do mar. O ar mais rarefeito mexe não somente com a aerodinâmica - tão importante, especialmente nos carros da LMP1 - mas principalmente com os motores.

Lucas di Grassi destacou o elemento altitude e acredita que isso pode deixar a corrida no México ainda mais emocionante do que as etapas anteriores da temporada 2016 do WEC.

“Acho que veremos um grid espetacular na Cidade do México. A longa reta é muito interessante em termos de velocidade final, mas também precisamos ver como os motores e os sistemas híbridos serão afetados pela altitude elevada", disse o brasileiro, que divide o Audi #8 com Oliver Jarvis e Loic Duval.

“Por isso creio que a prova será ainda mais acirrada pela longa reta. É um circuito que em muitos aspectos lembra Fuji, em que precisamos encontrar um meio termo entre o trecho de alta e as curvas de baixa", completou.

Próximo artigo
Após saída da F1, Pastor Maldonado pode correr no WEC

Artigo anterior

Após saída da F1, Pastor Maldonado pode correr no WEC

Próximo artigo

No México, Junqueira busca vaga permanente no WEC para 2017

No México, Junqueira busca vaga permanente no WEC para 2017
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria WEC
Evento Cidade do México
Localização Autodromo Hermanos Rodriguez
Pilotos Lucas di Grassi , Sam Bird
Autor Charles Bradley