Di Grassi estreia no DTM com equipe Abt, disputando as etapas finais de 2021

Participação funciona como "presente de despedida" devido à saída da Audi / Abt da Fórmula E

Di Grassi estreia no DTM com equipe Abt, disputando as etapas finais de 2021

O brasileiro Lucas di Grassi disputará as duas etapas finais da temporada 2021 do DTM como piloto convidado da equipe Abt Sportsline, a bordo de um Audi R8 LMS GT3.

O campeão da temporada 2016-17 da Fórmula E se juntará aos pilotos titulares da equipe, Kelvin van der Linde, Mike Rockenfeller e Sophia Flörsch nas etapas de Hockenheim e Norising no próximo mês, fazendo suas primeiras participações na categoria.

Leia também:

O carro terá a mesma pintura vermelha, amarela e verde do modelo que lhe rendeu o título da Fórmula E com a equipe Audi Abt, batendo Sébastien Buemi, da Renault e.Dams.

A participação de Di Grassi nas quatro corridas finais do DTM em 2021 foram descritas pela Abt como um "presente de despedida", já que o brasileiro passará a correr pela Venturi, que usa trem de força da Mercedes, na próxima temporada da F-E, a última do modelo de carro Gen2.

"Por muito tempo, pensamos no que poderíamos fazer para Lucas como um pequeno presente de despedida da Fórmula E e como poderíamos dar continuidade à nossa jornada", disse Hans-Jurgen Abt.

"Então tivemos a ideia doida de dar a ele um final de semana no DTM, e agora isso virou dois finais de semana, com um total de quatro corridas".

Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport, celebrates on the podium

Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport, celebrates on the podium

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

Di Grassi está ligado à Abt desde o surgimento da F-E na temporada 2014/15, se mantendo na equipe após ganhar status de oficial da Audi em 2017/18, um ano após seu título. Durante esses sete anos, o brasileiro conquistou 12 vitórias e 35 pódios, terminando no top 3 da classificação por cinco anos consecutivos.

A saída da Audi da F-E o forçou a olhar para outros caminhos, mas pode voltar à Abt caso a equipe opte por montar uma entrada própria para a era do Gen3, a partir da temporada 2022/23.

Apesar de Di Grassi nunca ter corrido no DTM no passado, ele testou um Audi RS5 DTM em 2013, mas optou por seguir com a Audi no Campeonato Mundial de Endurance.

"Isso é algo típico da Abt", disse Di Grassi. "Raramente você encontrará um relacionamento como esse no mundo do esporte hoje. Junto com a ABT Sportsline, tive uma equipe fantástica na Fórmula E, e tinha a esperança até o fim de que poderia seguir com eles, mesmo após a saída da Audi da F-E".

"Agora que isso não deu certo para a oitava temporada, estou muito animado por seguir com nossa jornada juntos no DTM por dois finais de semana. Isso também prova que, com sorte, tenhamos muito mais pela frente no futuro".

F1: SAINZ ridicularizou BARRICHELLO? Entenda CONTEXTO da declaração do espanhol sobre brasileiro

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Caótico GP da Itália acirra ainda mais rivalidade Hamilton x Verstappen na F1

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Red Bull confirma entrada no DTM com Albon em parceria com Ferrari

Artigo anterior

Red Bull confirma entrada no DTM com Albon em parceria com Ferrari

Carregar comentários