F1: Motor de Verstappen da colisão na Grã-Bretanha pode ser usado novamente

Após análises, Honda informa Red Bull que unidade de força "sobreviveu" ao acidente entre o holandês e Lewis Hamilton em Silverstone

F1: Motor de Verstappen da colisão na Grã-Bretanha pode ser usado novamente

Max Verstappen e Red Bull receberam boas notícias da Honda sobre a unidade de força que foi devolvida ao Japão para análise após o acidente entre ele e Lewis Hamilton no GP da Grã-Bretanha. Apesar dos grandes danos à carroceria e ao chassi, o motor "sobreviveu" ao acidente.

A colisão dos rivais pelo título da temporada de 2021 da Fórmula 1 na curva Copse em Silverstone, logo na primeira volta, já é um dos momentos mais comentados do ano e um episódio que ficará na memória por muito tempo.

Leia também:

Os danos ao RB16B foram enormes, e o chefe da equipe, Christian Horner, estimou o prejuízo foi de cerca de € 1,5 milhão (aproximadamente R$ 9,1 milhões). Ao mesmo tempo, também havia preocupações com a unidade de potência do bólido.

O componente foi enviado ao Japão para investigar se ainda poderia ser usado após o acidente, onde foi registrado um impacto de 51G. Caso estivesse com defeito, Verstappen teria que usar sua terceira peça já na 11ª etapa da temporada.

Uma troca posterior do motor significaria uma penalidade no grid para o líder do campeonato. No entanto, essas preocupações desapareceram por enquanto, disse o conselheiro da Red Bull, Helmut Marko, à RTL da Alemanha.

"Graças a Deus pode ser usado novamente", comentou. "Se não houver mais dificuldades ou problemas técnicos, poderemos terminar o ano com os três permitidos. Então Max não sofrerá punição nas corridas restantes."

O incidente no GP da Grã-Bretanha pode ter uma reviravolta na Hungria. Na terça-feira, a FIA anunciou que a equipe austríaca havia solicitado uma revisão da pena de Hamilton pela toque e uma audiência sobre o caso foi marcada para quinta-feira (29).

“Recorremos ao artigo 14 do Código Desportivo Internacional, no qual reclamamos o nosso direito a uma revisão. Ao fazê-lo, disponibilizamos novos dados que não estavam disponíveis no momento da interrupção da corrida”, explicou Marko.

A Red Bull confia que isso traduzirá em uma sanção mais dura para o grande rival na luta pelo título. "Acho que o que vamos trazer vai lançar uma luz muito diferente sobre o assunto", disse o conselheiro.

MARIANA BECKER (2): F1 na Globo estava LIMITADA e gerava FRUSTRAÇÃO; categoria está FELIZ com a BAND

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Como Verstappen se encaixa entre rivais históricos de Hamilton?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
TELEMETRIA - O ‘pós-guerra’ na Hungria: tudo sobre o GP em Budapeste com Rico Penteado

Artigo anterior

TELEMETRIA - O ‘pós-guerra’ na Hungria: tudo sobre o GP em Budapeste com Rico Penteado

Próximo artigo

F1: Verstappen atualiza estado de saúde antes de GP da Hungria

F1: Verstappen atualiza estado de saúde antes de GP da Hungria
Carregar comentários