MotoGP - Dovizioso acredita que Márquez siga mal fisicamente e elogia rival: "O que está fazendo é insano"

Agora piloto da Yamaha SRT, Dovi acredita que problemas físicos de Márquez potencializam ainda mais seus resultados em 2021

MotoGP - Dovizioso acredita que Márquez siga mal fisicamente e elogia rival: "O que está fazendo é insano"

Após voltar a se encontrar com Marc Márquez na pista ao longo do fim de semana do GP de San Marino em Misano, Andrea Dovizioso afirmou ter a sensação de que o hexacampeão da MotoGP não está tão bem fisicamente quanto parece, e que isso valoriza ainda mais os resultados que vem acumulando desde o retorno.

Dovi fez sua reestreia na categoria no último final de semana em Misano, após uma despedida temporária no final de 2020, devido ao fim do contrato com a Ducati.

Leia também:

Após oito anos com a montadora italiana, Dovi chegou a Misano para iniciar uma nova etapa de sua trajetória na MotoGP, voltando a competir com a Yamaha, em um contrato que o garante na equipe satélite até o final da próxima temporada.

Dovizioso, que passou essa primeira parte de 2021 fazendo provas de motocross e cumprindo um programa como piloto de testes da Aprilia, terminou o GP de San Marino na última posição. O piloto da SRT cruzou a linha de chegada 42 segundos atrás do vencedor, Francesco Bagnaia, em seu primeiro contato com a M1 da Yamaha desde 2012, quando correu pela Tech 3.

Ao longo do fim de semana, Dovi falou sobre todos os assuntos que ainda não havia falado ao longo de 2021, incluindo o momento delicado que atravessa Márquez, com quem disputou os títulos de 2017, 2018 e 2019, terminando com o vice nas três ocasiões.

Aos olhos do italiano, as três operações no braço que Márquez precisou passar para tratar a fratura causada pela queda em Jerez, na abertura da temporada 2020, o limitam muito mais do que qualquer um pode imaginar, o que aumenta ainda mais os méritos obtidos pelo hexacampeão desde o seu retorno ao grid, em Portimão, no início deste ano.

Entre estes resultados, destacam-se a grande vitória no GP da Alemanha, em Sachsenring, e o segundo lugar em Aragón, após uma batalha emocionante com Bagnaia.

"Márquez é capaz de lutar pela vitória apesar de estar muito mal fisicamente, porque acredito que ele esteja muito mal fisicamente", disse. "Além disso, a Honda também não atravessa um bom momento, como fica claro ao ver o que os demais pilotos da marca estão fazendo. O que Marc está fazendo neste ano é algo insano".

Como consequência do esforço que teve em Aragón, Márquez teve que passar por uma nova rodada de medicamentos em Misano, onde foi possível ver gestos evidentes de dor do espanhol em cima da moto, especialmente nas condições de pista seca.

Questionado pelo Motorsport.com se ele considerava perder alguma etapa para descansar um pouco e se recuperar da sobrecarga de esforço no braço, Márquez reconheceu que havia considerado todas as opções.

"Quando você está em situações delicadas, tenta considerar todas as opções. São os médicos que insistem que devo seguir exercitando o ombro em cima da moto", afirmou Márquez.

F1: SAINZ ridicularizou BARRICHELLO? Entenda CONTEXTO da declaração do espanhol sobre brasileiro

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Caótico GP da Itália acirra ainda mais rivalidade Hamilton x Verstappen na F1

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
MotoGP: Rossi diz que Itália ficará bem representada na categoria sem ele

Artigo anterior

MotoGP: Rossi diz que Itália ficará bem representada na categoria sem ele

Próximo artigo

MotoGP: Márquez diz que Honda de 2022 terá "conceito bastante diferente"

MotoGP: Márquez diz que Honda de 2022 terá "conceito bastante diferente"
Carregar comentários