Marko detona Ocon: “Deveria ser suspenso por uma corrida”

Consultor da Red Bull expressou sua irritação por lance que tirou a vitória de Max Verstappen e faz insinuações da relação do francês com a Mercedes

Marko detona Ocon: “Deveria ser suspenso por uma corrida”
Carregar reprodutor de áudio

O consultor da Red Bull, Helmut Marko, criticou duramente Esteban Ocon pelo lance que tirou a vitória de Max Verstappen no GP do Brasil de F1, além de afirmar que o piloto francês deveria ser suspenso pelo toque.

Verstappen liderava a prova no Brasil depois de fazer ultrapassagens nos pilotos de Mercedes e Ferrari. No entanto, ele foi tocado pelo retardatário Ocon no S do Senna, quando o francês tentava descontar uma volta com pneus novos.

Verstappen caiu para o segundo lugar, mas, com o assoalho danificado pelo toque, não conseguiu dar o troco em cima de Lewis Hamilton, que venceu a corrida.

Ocon acabou punido com um “stop and go” (ida aos boxes, com o carro 10s parado), que é a segunda sentença mais severa que a direção de prova pode aplicar – mais branda somente que a bandeira preta, que é a desclassificação imediata.

Contudo, Marko considera que a punição poderia ir além. “Eles deveriam ter dito a ele ‘este é o líder, ele tem novos pneus, não o ataque’”, disse, segundo a publicação alemã Motorsport-Magazin. “E aí este idiota ganha 10s de punição. Eu esperaria uma suspensão por uma corrida.”

O dirigente também mencionou os laços de Ocon com a Mercedes, equipe que acabou por vencer a prova: “Um piloto da Mercedes, que tem a garantia de uma vaga para 2020, e que bate no carro do líder. Inacreditável.”

compartilhar
comentários
Villeneuve: Ocon foi “vergonhoso” em lance com Verstappen
Artigo anterior

Villeneuve: Ocon foi “vergonhoso” em lance com Verstappen

Próximo artigo

Diretor de provas diz que manobra de Ocon foi “inaceitável”

Diretor de provas diz que manobra de Ocon foi “inaceitável”