Bottas vira alvo e Russell ganha força na Mercedes

  compartilhar
  comentários

Após se classificar em terceiro e chegar em quarto no GP da França de F1, voltando a mostrar competitividade, Valtteri Bottas, da Mercedes, voltou a ser um grande alvo de críticas, mesmo em meio aos questionamentos enfrentados por sua equipe em virtude da controversa estratégia adotada em Paul Ricard. A maior das 'cornetadas' ao finlandês foi dada à TV Sky Sports por seu antecessor, o alemão Nico Rosberg, que detonou o atual companheiro do britânico Lewis Hamilton por não ter dificultado a vida de Max Verstappen em batalha na parte final da prova. No fim das contas, o holandês da Red Bull desbancou a concorrência e se sagrou vencedor, para ira dos fãs das Flechas de Prata. Como se não bastasse, Bottas também foi 'cutucado' por outro campeão mundial: Jenson Button. O competidor da Grã-Bretanha afirmou, em entrevista ao Express Sport, que o finlandês vive ano muito difícil em 2021 e, de quebra, ainda apontou um potencial sucessor: George Russell, britânico da Williams. Para completar, o Motorsport.com entrevistou Felipe Massa, ex-companheiro de Bottas. O brasileiro falou com exclusividade sobre a possível substituição do finlandês por Russell e comparou a possível dupla do piloto com Hamilton à formação da Ferrari em seu primeiro ano na escuderia, quando correu ao lado do alemão Michael Schumacher, em 2006. Além disso, o engenheiro Rico Penteado, comentarista do Motorsport.com e ex-engenheiro da Renault F1, deu sua opinião sobre fazer tal troca já em 2021.

Próximo vídeo
Carregar comentários

Sobre este vídeo

Duração 06:38
Postado 22 de jun de 2021
Categoria Fórmula 1
Seja o primeiro a receber as últimas notícias