C.Machado e bastidores de "Hoje não, hoje sim"

  compartilhar
  comentários

Em 12 de maio de 2002, o Brasil assistia Rubens Barrichello dominar o GP da Áustria com sua Ferrari até os últimos instantes, quando deixou o seu companheiro, Michael Schumacher, pegar a primeira posição, gerando uma das mais icônicas imagens da história do automobilismo. A narração desse GP, pela voz de Cleber Machado, também entrou para história - quem não lembra do "Hoje não, hoje não... hoje sim". O Motorsport.com recebe o jornalista hoje, nos 20 anos do episódio, para lembrar os bastidores do dia que a ordem da Ferrari custou caro demais.

Carregar comentários

Sobre este vídeo

Duração 53:37
Postado 13 de mai. de 2022
Categoria Fórmula 1
Seja o primeiro a receber as últimas notícias