Enquanto a Mercedes começou bem o campeonato, com três vitórias em quatro provas, a situação mudou drasticamente após o GP de Mônaco, com a Red Bull vencendo as últimas cinco provas, o que permitiu que Max Verstappen disparasse na liderança do Mundial de Construtores contra Lewis Hamilton. Se a Red Bull vive a sua melhor fase na Fórmula 1 desde o início da era híbrida, a Mercedes vive o seu pior, tendo o maior jejum de vitórias na categoria desde 2014. E diversos motivos ajudam a explicar porque as duas rivais pelos títulos de 2021 vivem momentos tão distintos. O repórter do Motorsport.com, Guilherme Longo (@gglongo) analisa a situação de cada equipe, destacando os pontos positivos do trabalho da Red Bull contra os problemas vividos pela Mercedes, relembrando os outros momentos em que a equipe alemã teve um jejum de vitórias na F1. Faça suas apostas para o Desafio da Fórmula 1, no Fantasy do ThePlayer.com, totalmente gratuito e com prêmios sensacionais. Clique no link e já fique por dentro de tudo a tempo para o GP da Grã-Bretanha: https://theplayer.com/br/desafio-f1/f120211 De maneira totalmente gratuita, você pode fazer parte do ThePlayer.com, a maior comunidade de apostas esportivas do mundo, e ainda ganhar muitos prêmios. Acesse: https://theplayer.com/br?utm_source=motorsport&utm_medium=banner&utm_campaign=Motorsport-Oct2020&utm_content=background-especial Tem dúvidas de como se inscrever? Veja o tutorial em https://www.youtube.com/watch?v=w3z7NzdOPi4 Clique em https://t.me/TipsMotorsport e acompanhe também as novidades da comunidade do Motorsport.com no ThePlayer.com no Telegram #F1 #F12021

Sobre este vídeo
Duração 08:42
Postado 8 de jul. de 2021
Categoria Fórmula 1
Assinar