Fórmula 1
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
7 dias

Declaração da Ferrari de priorizar Vettel é um “aviso”, diz Toto Wolff

compartilhar
comentários
Declaração da Ferrari de priorizar Vettel é um “aviso”, diz Toto Wolff
Por:
19 de fev de 2019 11:49

Chefe austríaco da Mercedes vê possibilidade de um sexto título duplo seguido com bastante ansiedade

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, acredita que a Ferrari sugerindo que pode favorecer Sebastian Vettel no início da temporada é um "aviso".

O novo chefe da equipe italiana, Mattia Binotto, que conseguiu o cargo depois que Maurizio Arrivabene foi demitido, sugeriu na semana passada que Vettel pode ter prioridade sobre Charles Leclerc se a situação exigir.

"Acho normal, especialmente no início da temporada, que se houver situações especiais, nossa prioridade será Sebastian", disse Binotto no lançamento do carro 2019 da Ferrari.

Wolff não tem dúvidas de que Binotto enfrenta um grande desafio na gestão dos pilotos na equipe italiana.

"Antes de tudo, Mattia tem uma tremenda tarefa na frente dele, e acredito que ele quer fazer do seu jeito", disse Wolff.

"Ordens de equipe são sempre um tópico muito controverso, nós discutimos isso no ano passado, seja dentro da Mercedes ou da Ferrari, e sair com isso no início da temporada é um aviso."

Questionado sobre o tipo de relacionamento que ele esperava ter com seu rival, ele acrescentou: "conheço Mattia há muito tempo, há muitos anos, primeiro como chefe de motores e depois como diretor técnico”.

"Obviamente, agora ele se tornou o diretor da equipe. Eu o respeito, ele é um homem muito inteligente e sabe como manobrar no paddock. Ele será uma força a ser considerada, com certeza."

Wolff admitiu que a perspectiva de ser o primeiro time a garantir seis títulos duplos – o que colocaria sua equipe Mercedes à frente da Ferrari nos livros de recordes – é muito motivadora.

"Nunca foi feito antes, mas igualmente há uma razão para isso não ter sido feito antes, porque é muito difícil, e parece que você tem 30 segundos restantes no Super Bowl e você precisa pegar a bola, e não é trivial para pegar a bola no último passe e ir com ela até a endzone.”

"A sensação é essa. Mas a Ferrari vai fazer de tudo para não fazer isso acontecer, e igualmente algumas das outras equipes."

Próximo artigo
Hamilton: Novo carro da Mercedes traz sensações diferentes de 2018

Artigo anterior

Hamilton: Novo carro da Mercedes traz sensações diferentes de 2018

Próximo artigo

Leclerc continua domínio da Ferrari na manhã do segundo dia

Leclerc continua domínio da Ferrari na manhã do segundo dia
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Ferrari Compre Agora
Autor Adam Cooper