Fórmula 1
R
GP de Eifel
09 out
Próximo evento em
19 dias
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
33 dias
04 dez
Próximo evento em
75 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
82 dias

Dennis vende ações e rompe em definitivo com a McLaren

compartilhar
comentários
Dennis vende ações e rompe em definitivo com a McLaren
Por:

Em transação de R$ 1,1 bilhão, inglês se desliga de todas as suas funções na empresa e encerra um ciclo que durava 37 anos

Ron Dennis, Executive Chairman, McLaren Automotive
Ron Dennis, McLaren Executive Chairman on the grid
Ron Dennis and Norbert Haug enjoy David Coulthard's encouraging practice session
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32

A McLaren confirmou o desligamento definitivo de Ron Dennis após o antigo chefe da equipe vender suas ações no McLaren Technology Group e McLaren Automotive, o que o retira da posição de diretor de ambos.

Uma nova empresa, McLaren Group, deixará ambas as companhias sob seu guarda-chuva. A Mumtalakat Holding Company, do Bahrein, e o TAG Group permanecerão como acionistas majoritários do McLaren Group.

Não foram fornecidos detalhes da transação, apesar de um comunicado da McLaren dizer: “O McLaren Group assegurou o financiamento para adquirir as ações de Ron Dennis, o que estimula o crescimento em seus negócios e consolida os termos financeiros.” A emissora Sky News afirmou que Dennis receberá £ 275 milhões (R$ 1,1 bilhão) com a negociação.

O sheik Mohammed bin Essa Al Khalifa será o presidente do McLaren Group.

Dennis iniciou seu envolvimento com a McLaren no início de 1980, quando a patrocinadora Phillip Morris proporcionou a fusão entre a equipe, que passava por dificuldades, e seu próprio projeto, a Project 4.

Sob sua supervisão, a equipe ganhou campeonatos com Niki Lauda, Alain Prost, Ayrton Senna, Mika Hakkinen e Lewis Hamilton. Sua primeira mudança de cargo ocorreu em novembro, quando deixou seu posto de presidente e diretor executivo do McLaren Technology Group.

Dennis disse: “Estou muito satisfeito por ter chegado a um acordo com meus colegas acionistas da McLaren. Isso representa um fim de meu período na McLaren e irá permitir que eu me foque em meus outros interesses.”

“Sempre disse que meus 37 anos em Woking deveriam ser considerados um capítulo no livro da McLaren, e desejo a eles todo o sucesso, já que isso leva  história em frente.”

Ele acrescentou: “Agora que minha história na McLaren chegou ao fim, eu poderei me envolver em uma série de outros programas e atividades, especialmente aqueles focados no serviço público.”

“Último, mas não menos importante, desejo o bem à McLaren e faço meus sinceros agradecimentos e melhores desejos aos meus colegas em todos os ramos do negócio. De verdade, eles são os melhores dos melhores.”

A história por trás da foto: a louca vitória de Ricciardo

Artigo anterior

A história por trás da foto: a louca vitória de Ricciardo

Próximo artigo

Grosjean: "Não quero mais falar sobre freios"

Grosjean: "Não quero mais falar sobre freios"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes McLaren
Autor Adam Cooper