F1: Os dez pilotos que mais disputaram corridas antes do primeiro título

Lista inclui nomes lembrados até hoje como alguns dos maiores de todos os tempos

F1: Os dez pilotos que mais disputaram corridas antes do primeiro título
Carregar reprodutor de áudio

Conquistar um título mundial de Fórmula 1 é para poucos. Não a toa, em mais de 70 anos de categoria e mais de 700 pilotos que já compuseram o grid, temos apenas 34 campeões. E enquanto alguns talentos puderam sentir o gosto da glória logo de cara, outros tiveram que esperar um longo período de tempo.

Neste especial, juntamos os dez pilotos que mais tiveram que esperar entre a estreia na categoria e a tão sonhada conquista do primeiro título.

Leia também:

10 - Mario Andretti (79 GPs) 

Mario Andretti lidera a Ronnie Peterson

Mario Andretti lidera a Ronnie Peterson

Photo by: Autocourse

O americano estreou na F1 em 1968, mas somente de forma esporádica no começo. Após conquistar o terceiro lugar com a Lotus em 1977, chegou ao seu primeiro e único triunfo na categoria no ano seguinte. O que ninguém sabia é que seria o sexto e último campeão da Lotus, além de ser o segundo e último campeão pelos EUA até aqui, após Phil Hill.

9 - Alan Jones (80 GPs)

Podium: ganador, Alan Jones, Williams, segundo lugar, Didier Pironi, tercer lugar, Jacques Laffite

Podium: ganador, Alan Jones, Williams, segundo lugar, Didier Pironi, tercer lugar, Jacques Laffite

Photo by: Williams F1

Assim como Andretti, Jones se tornou o último campeão de seu país em 1980. Nos primeiros anos na F1, conseguiu apenas uma vitória antes de ir para a Williams, no meio de 1979. Venceu quatro das últimas seis provas naquele ano, mas foi apenas terceiro, abrindo o caminho para o triunfo no ano seguinte, sendo o primeiro campeão do time britânico.

8 - Alain Prost (87 GPs)

Gil de Ferran prueba el Williams FW14 con Alain Prost

Gil de Ferran prueba el Williams FW14 con Alain Prost

Photo by: Sutton Images

Sim, o Professor também teve que esperar muito tempo pelo seu primeiro título. Ele estreou em 1980 com a McLaren, sendo vice pela primeira vez em 1983 com a Renault, ficando a dois pontos de Nelson Piquet. No ano seguinte, ficou ainda mais próximo, a apenas meio ponto de Niki Lauda.

Sua vez chegou em 1985, sendo campeão com 20 pontos de vantagem sobre Michele Alboreto, conquistando ainda mais três títulos para se tornar um dos maiores da história da F1.

7 - Jody Scheckter (97 GPs) 

Jody Scheckter, Ferrari, Jacques Laffite, Ligier Ford, Didier Pironi, Tyrrell Ford

Jody Scheckter, Ferrari, Jacques Laffite, Ligier Ford, Didier Pironi, Tyrrell Ford

Photo by: Motorsport Images

O sul-africano entrou na F1 em 1972, tornando-se titular apenas em 1974. Depois de ser vice em 77, sua glória veio dois anos depois com a Ferrari. Mas no ano seguinte pegou um carro complicado do time italiano, terminando apenas em 19º no ano em que defenderia seu título. Foi o último campeão com Maranello antes de Michael Schumacher em 2000.

6 - Mika Häkkinen (112 GPs)

Mika Häkkinen, 2º puesto, felicita a Michael Schumacher, 1º, por la victoria y por asegurar el campeonato mundial de pilotos

Mika Häkkinen, 2º puesto, felicita a Michael Schumacher, 1º, por la victoria y por asegurar el campeonato mundial de pilotos

Photo by: Motorsport Images

Já que falamos de Schumacher, temos ainda seu principal rival nos anos 1990, que precisou de mais de 100 corridas para levar o primeiro de seus dois títulos. Hakkinen chegou à F1 em 1991 como um talento da Lotus, mas sua primeira vitória veio apenas no fim de 1997.

Mas tudo começou a desenrolar após essa vitória em Jerez. No ano seguinte, o primeiro título veio, com o segundo logo em seguida, em 1999.

5 - Kimi Räikkönen (121 GPs)

Kimi Raikkonen, Ferrari celebra

Kimi Raikkonen, Ferrari celebra

Photo by: Sutton Images

A Sauber promoveu a estreia do "Homem de Gelo" na F1 em 2001, mesmo com o finlandês tendo pouca experiência de monopostos. Mas o risco se pagou e logo ele passou à McLaren, onde venceu pela primeira vez em 2003 e o vice no mesmo ano.

Mas foi após sua contratação pela Ferrari em 2007, substituindo Schumacher, em que Raikkonen soube o que era ser campeão da F1, batendo Fernando Alonso e Lewis Hamilton em um final de temporada maluco.

4 - Max Verstappen (141 GPs)

Max Verstappen se proclama campeón del mundo de F1 en 2021

Max Verstappen se proclama campeón del mundo de F1 en 2021

Photo by: ExxonMobil

É curioso: o holandês tinha apenas 24 anos, 2 meses e 12 dias quando conquistou o título no GP de Abu Dhabi de 2021, sendo o quarto mais jovem da história a ser campeão. Mesmo assim, ainda ficou no top 5 dessa lista!

A questão é que Verstappen estreou na F1 tendo apenas 17 anos, 5 meses e 15 dias, conquistando seu primeiro título apenas no final de sua sétima temporada na categoria. E com calendários mais longos nos últimos anos, o holandês precisou esperar algumas corridas até ter seu momento.

3 - Jenson Button (169 GPs)

Jenson Button, Brawn Grand Prix celebra la victoria del Campeonato del Mundo

Jenson Button, Brawn Grand Prix celebra la victoria del Campeonato del Mundo

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Em seus primeiros nove anos na F1, entre 2000 e 2008, o britânico havia vencido apenas uma corrida e, antes do início da temporada 2009, sua carreira parecia ter chegado ao fim com a saída da Honda. Mas aí veio Ross Brawn, que comprou a equipe e criou uma das mais importantes "histórias de Cinderela" da F1.

2 - Nigel Mansell (176 GPs)

Podio: segundo lugar y nuevo campeón del mundon Nigel Mansell, Williams Renault, ganador de la carre

Podio: segundo lugar y nuevo campeón del mundon Nigel Mansell, Williams Renault, ganador de la carre

Photo by: Motorsport Images

Olhando apenas para os anos, ninguém esperou mais tempo por um título do que Mansell. Ele estreou na F1 em 1980, mas foi campeão apenas em 1992, no final de sua 13ª temporada! Antes disso, foi vice em três ocasiões, perdendo o título de 1986 por apenas dois pontos.

Graças à dominante Williams FW14B, Mansell dominou em 1992, terminando com quase que o dobro de pontos do vice-campeão, seu companheiro Riccardo Patrese, em um título que veio com cinco provas de antecedência.

1 - Nico Rosberg (206 GPs)

El campeón del mundo Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 estrecha la mano de su compañero de equipo y ganador de la carrera Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1

El campeón del mundo Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 estrecha la mano de su compañero de equipo y ganador de la carrera Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Em comparação a Mansell, Rosberg precisou "apenas" de 11 temporadas para conquistar o título, mas com calendários maiores, foi o piloto que mais esperou pelo momento. Após os vices em 2014 e 2015, travou uma dura batalha contra Hamilton até o fim para finalmente conseguir seu título, deixando a categoria poucos dias depois.

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #183 - O que Alonso poderia fazer hoje em carro de ponta da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Pirelli diz que porpoising teria sido pior com geração anterior de pneus
Artigo anterior

F1: Pirelli diz que porpoising teria sido pior com geração anterior de pneus

Próximo artigo

F1: Liberty diz que negociações com Nice por GP não têm como objetivo pressionar Mônaco

F1: Liberty diz que negociações com Nice por GP não têm como objetivo pressionar Mônaco