F-E: Collet é anunciado como piloto reserva e de simulador da Nissan

Piloto brasileiro se junta a escuderia japonesa para a 10ª temporada da categoria

Caio Collet; Nissan

Caio Collet; Nissan

Nissan

A Nissan anunciou nesta quinta-feira que o brasileiro Caio Collet será o piloto reserva e de simulador da equipe na temporada 2024 da Fórmula E.

Leia também:

Caio começou sua carreira nos monopostos em 2017 pela Fórmula 4 dos Emirados Árabes, onde conquistou uma vitória e subiu ao pódio em seis oportunidades. Com sete vitórias, Collet foi campeão da F4 Francesa em 2018. Após isso, passou duas temporadas na Fórmula Renault Eurocup, chegando ao vice-campeonato em 2020, resultado que elevou o paulista de 21 anos de idade ao grid da FIA Formula 3. Foram três temporadas na categoria, com três vitórias e 11 pódios conquistados.

Collet foi membro da prestigiada Alpine Academy e até hoje mantem contato com o programa de jovens talentos da escuderia francesa. Collet já esteve junto com a equipe nos boxes da abertura da temporada no E-Prix do México.

"Fico muito feliz em dar as boas-vindas ao Caio para a equipe em 2024. O papel de piloto reserva e simulador é extremamente importante de várias maneiras. Seus feedbacks do simulador terão um impacto significativo no nosso desenvolvimento durante a temporada, e, consequentemente, no nosso desempenho ao longo do ano. O perfil de Caio como piloto se encaixa perfeitamente nesse papel", disse Tommaso Volpe, diretor técnico e chefe de equipe da Nissan.

"Ele é um jovem talento com extensa experiência em monopostos, e seu tempo na Alpine Academy mostrou que ele é capaz de ter um impacto positivo nesta temporada. Ele já demonstrou sinais promissores, absorvendo rapidamente novas informações sobre os sistemas-chave da Fórmula E, incluindo o gerenciamento de energia. Com o talento que possui, estou ansioso para vê-lo desenvolver-se enquanto trabalha com a equipe ao longo do ano."

"Estou muito feliz por ter a oportunidade de trabalhar com a Nissan nesta temporada. Eles são uma equipe com sólida experiência na Fórmula E, além de serem uma marca globalmente respeitada. Quando entrei pela primeira vez no simulador, fiquei surpreso com o quão diferente a Fórmula E se sentiu em comparação com outras séries, tanto em termos de sistemas utilizados quanto no estilo de condução necessário para maximizar o desempenho."

"É um desafio empolgante, e acredito que essa experiência me tornará um piloto mais completo, ajudando a impulsionar minha carreira. Oliver, Sacha e toda a equipe já me fizeram sentir bem-vindo e em casa, e estou ansioso para desenvolver minha relação com eles. Como todos os pilotos da Fórmula E, são extremamente competitivos e profissionais, então posso aprender muito ao trabalhar com eles. Agora, meu foco total está em me apresentar da melhor maneira possível e ajudar a equipe a maximizar os resultados este ano."

DRUGOVICH e BORTOLETO na mesma equipe de F1? Brasileiros falam sobre 2024 e ALÉM na ASTON e McLAREN

Norris na RBR? Sainz? Albon e franceses no centro dos rumores da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior Fórmula E: Wehrlein segura Buemi e vence ePrix no México; brasileiros têm dia para esquecer
Próximo artigo Fórmula E: Confira horários e como assistir à rodada dupla do ePrix de Diriyah, na Arábia Saudita

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil