Fórmula E busca manter ePrix em Roma apesar de lockdown na Itália

Governo decretou novo lockdown após aumento no número de casos de Covid-19, temendo a chegada de uma terceira onda

Fórmula E busca manter ePrix em Roma apesar de lockdown na Itália

Após a realização da rodada dupla em Diriyah, abrindo a temporada 2020/21, a Fórmula E está encontrando problemas para dar sequência ao seu calendário. Apesar de estar fazendo de tudo para manter a data e o local de sua terceira etapa, o ePrix de Roma, em 10 de abril, a categoria enfrenta um grande desafio pela frente com o país em lockdown.

A medida entrou em vigor na semana passada por conta do aumento de infecções por Covid-19 no país, em meio a um temor de uma possível terceira onda de casos, impulsionada pelas variantes que surgem ao redor do mundo, como a brasileira e a sul-africana.

Leia também:

Em vigor até pelo menos sete de abril, o lockdown permite que as pessoas saiam de casa apenas por motivos urgentes ou de necessidade básica, como ida ao supermercado. E áreas marcada em vermelho pelo governo, como a capital Roma, tem restrições ainda mais rígidas.

Mesmo assim, a categoria segue afirmando que o ePrix de Roma está mantido. Segundo um porta-voz da categoria, em entrevista ao portal The Race, as normas não impedem os preparativos para o evento.

"Como sempre, a saúde e a segurança de toda a nossa comunidade e dos residentes das cidades por onde passamos seguem sendo nossa maior prioridade".

"Não corremos se não estivermos cumprindo integralmente os protocolos de saúde e segurança que protegem a comunidade da Fórmula E e os residentes das cidades por onde passamos", disse Alberto Longo, cofundador da categoria.

Longo ainda explicou quais são os protocolos sanitários que estão em vigor para esta temporada, já que a categoria não terá uma bolha como a feita no ano passado em Berlim.

"Todos são obrigados a fazer um teste PCR antes da viagem. No local, temos um cenário de 'bolha' mais restrito e mantemos nossas próprias instalações de testes PCR, para não sobrecarregarmos a rede local. Ficamos próximos ao evento".

O ePrix de Roma foi uma das primeiras provas de 2020 a serem canceladas pela categoria, após o início da primeira onda da pandemia. Além de ser a terceira etapa da temporada 2020/21 da F-E, é o primeiro evento europeu realizado pela categoria desde a maratona de seus corridas em Berlim, em agosto do ano passado.

Mas desde o anúncio do calendário da temporada 2020/21, a categoria deixou claro que trabalha com possíveis planos B caso algumas corridas não possam ser realizadas em seus locais tradicionais. Um desses espaços que podem entrar no lugar de Roma é o circuito permanente de Vallelunga, localizado a 40 quilômetros da capital.

SÉRGIO MAURÍCIO sobre F1 na BAND: "O diferencial será fazer o que a Globo vinha deixando de fazer"

Parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PODCAST – Temporada 2021 marca nova era na cobertura do esporte a motor na TV?

 

compartilhar
comentários
Fórmula E assume controle da venda de licença da Audi

Artigo anterior

Fórmula E assume controle da venda de licença da Audi

Próximo artigo

F-E: Nissan confirma que segue no grid durante era do Gen3

F-E: Nissan confirma que segue no grid durante era do Gen3
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Autor Tobias Ebner