Com trechos inéditos, Rally Cerapió dá a largada no dia 23 de janeiro

Competição conta com pilotos de todas as regiões brasileiras

Fernando Lage

Fernando Lage

Donizetti Castilho

Pilotos e navegadores de todas as cinco regiões do Brasil vão dar a largada para a 37ª edição do Rally Cerapió no dia 23 de janeiro. Mais uma vez, o desafio começa na paradisíaca Praia do Cumbuco, a 42 km de Fortaleza, e termina em Teresina.

A competição abre o Campeonato Brasileiro de Rally de Regularidade da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA). São mais de 1 mil km que os participantes vão percorrer em quatro dias. Depois de enfrentarem as areias do litoral cearense, os pilotos são desafiados pelo sertão e pelas serras que formam o estado e descansam no primeiro dia em cima da Serra da Ibiapaba, na cidade de Viçosa do Ceará.No dia seguinte, começam a enfrentar um trecho inédito que inclui lajedos, muitas pedras e vales de rios a partir da divisa com o Piauí. No terceiro dia de provas, entre Pedro II (PI) e Teresina, os pilotos vão ter que enfrentar os desafios impostos pela natureza e desenrolar os tradicionais balaios, que exigem muita atenção dos navegadores para evitar a perda de pontos. Os campeões do Cerapió vão ser definidos no último dia, no trecho maranhense da prova.

Os pilotos vão até a cidade de Caxias, mas largam e chegam na capital do Piauí. “Em 2024, o rally vai exigir muito do piloto e do navegador. Médias horárias na pontinha do lápis, na pontinha da língua. Vai ser preciso acelerar muito para acompanhar”, disse Ehrlich Cordão, diretor do Cerapió.Além da parte esportiva, o Cerapió segue se comprometendo com seu lema de ser muito além de um rally levando ações sociais para as comunidades por onde a caravana de pilotos, navegadores, apoio e organização passam. São feitas doações de cestas básicas e de óculos para crianças e, pela primeira vez, vai ser realizada a compensação ambiental dos quatro dias de competição com o plantio de árvores nativas em parceria com a ONG Mais Vida.

DRUGOVICH e BORTOLETO na mesma equipe de F1? Brasileiros falam sobre 2024 e ALÉM na ASTON e McLAREN

Podcast #264 – O que Gil de Ferran deixa para o automobilismo?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior Brasília será palco da largada e chegada do Sertões 2024
Próximo artigo Brasileiros confirmam força e vencem em duas categorias do maior rally da Argentina

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil