Audi desmente rumores de entrada na F1 em 2025: "Não aparece nos planos”

Montadora alemã, no entanto, considera fornecer unidades de potências para as equipes interessadas na Fórmula E

Audi desmente rumores de entrada na F1 em 2025: "Não aparece nos planos”

Depois de surgirem rumores sobre a entrada da Audi e da Porsche no grid da Fórmula 1, a fabricante alemã informou que já possui alguns planos traçados para os próximos anos e descartou a possibilidade de ingressar na categoria em 2025.

As especulações, no entanto, apareceram depois que a F1 anunciou a aprovação do regulamento do congelamento de motores e, consequentemente, a proposta de introdução de novos motores a partir de 2025. Segundo o Auto Motor und Sport, a montadora seria alvo da Red Bull no que tange a questão de fornecimento de motores.

Leia também:

Através de um porta-voz, a Audi declarou em entrevista à emissora RTL que não existe qualquer possibilidade de parceria com a escuderia austríaca, uma vez que a F1 não aparece nos planos da montadora nos para os próximos 10 anos.

De acordo com o porta-voz, a Audi “não negocia com nenhuma equipe da F1 no momento”.

A fabricante, no entanto, considera fornecer unidades de potências para as equipes interessadas na Fórmula E depois que deixar a categoria de monopostos elétricos no fim da temporada de 2021. A montadora pretende retornar às corridas de carros esportivos e já confirmou presença no Dakar a partir de 2022.

A Posche é outra candidata em potencial a se tornar fornecedora de motores na F1. A informação foi divulgada pelo RaceFans e sugere que a fabricante alemã poderia fornecer unidades de potência para a Red Bull a partir de 2025.

A empresa alemã participou de algumas sessões sobre motores do grupo de trabalho da categoria recentemente e a Volkswagen tem historicamente mantido vínculos estreitos com a equipe de Christian Horner.

Atualmente, os maiores esforços da marca no mundo dos esportes a motor estão voltados para a Fórmula E. A companhia germânica possui uma equipe de fábrica que compõe o grid da categoria, formada pela dupla de pilotos Pascal Werhlein e André Lotterer.

Apesar dos rumores, a Red Bull pretende seguir desenvolvendo seus próprios motores em 2025, quando começar esse novo ciclo. De todo modo, Horner não descarta uma parceria interessante, caso surja.

"Se uma parceria interessante surgir, obviamente faria sentido analisar o caso com seriedade. Seja uma montadora ou outro tipo de parceria. Tudo depende de como serão esses novos motores", disse.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

MCLAREN 2021: Veja o 1º CARRO REVELADO na Fórmula 1 este ano e detalhes da volta da MERCEDES ao time

Podcast #088 - F1 na Band e o 'fico' de Hamilton: o que esperar de 2021?

 

 

compartilhar
comentários
F1: McLaren quer se tornar “melhor equipe cliente da Mercedes"

Artigo anterior

F1: McLaren quer se tornar “melhor equipe cliente da Mercedes"

Próximo artigo

Podcast #089 - Como congelamento de motores impacta o mercado da F1?

Podcast #089 - Como congelamento de motores impacta o mercado da F1?
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Redação Motorsport.com